Em jogo de cinco gols, Goiás leva a melhor sobre a Aparecidense

Lucão do Break fez dois gols, o ultimo nos acréscimos garantindo a vitória esmeraldina - Foto: Rosiron Rodrigues / Goiás EC

Postado em: 23-01-2020 às 22h55
Por: Daniell Alves
Lucão do Break fez dois gols, o ultimo nos acréscimos garantindo a vitória esmeraldina - Foto: Rosiron Rodrigues / Goiás EC

Felipe André

Um jogão aconteceu na noite desta quinta-feira (23), no
estádio Hailé Pinheiro. Goiás e Aparecidense se enfrentaram e chuva de gols em
campo ao som de Break Dance. Os visitantes abriram o placar com Alex Henrique e
em cinco minutos o time esmeraldino virou com Rafael Moura e Lucão do Break.
Diego Rosa empatou ainda na primeira etapa. Nos acréscimos do segundo tempo,
Lucão do Break apareceu de novo para dar a vitória e os três pontos para o
Goiás.

Continua após a publicidade

O Jogo

Como um bom mandante, o Goiás iniciou a partida dominando as
ações e levou perigo aos 10 minutos de jogo. Após recuperar no meio-campo,
Henrique Almeida é acionado e cruza para a cabeçada de Lucão do Break, que
mandou por cima da meta defendida por Edson. Três minutos depois Lucão devolveu
o favor, em um contra-ataque puxado pelo time esmeraldino, o atacante encontrou
Henrique do outro lado, que apesar de errar o domínio, se recuperou e finalizou
ao lado do gol dos visitantes.

O Goiás que apesar de ficar com a bola, pecou na criação e
abusou dos passes errados, principalmente no último terço do campo. A
Aparecidense que perdeu duas oportunidades após passes errados de Robert,
encontrou espaço e o mesmo Robert recebeu sozinho na grande área, tentou tocar
para o meio, a zaga cortou mal e Alex Henrique mandou para o fundo da rede.

Quem faz, também leva. A Aparecidense conseguiu ampliar
poucos minutos depois, novamente com Alex Henrique, mas o gol foi invalidado e
o impedimento marcado. O Goiás então, dois minutos depois mostrou a força de
seus centroavantes. Primeiro foi Rafael Moura que pegou de primeira um
cruzamento de Vidal e mandou para o fundo da rede, com direito a toque no
travessão antes de entrar. Depois foi Lucão do Break, que recebeu do He-Man na
entrada da área e bateu sem chances para Edson.

Mesmo uma virada em quatro minutos não foi o suficiente para
tirar ímpeto da Aparecidense. Antes da placa dos acréscimos subir, os
visitantes conseguiram o empate. Após finalização de Tiago Ulisses, Marcelo
Rangel espalmou e Diego Rosa, livre, mandou para o fundo da rede. Os jogadores
esmeraldinos correram para protestar com o bandeirinha, mas de nada adiantou.

O ritmo continuou forte na segunda etapa, mas com menos
chances de gol, e quando teve foi incrivelmente perdida. A Aparecidense
conseguiu uma boa jogada pelo lado direito e exigiu grande defesa de Marcelo
Rangel após chute de Ramires, mas após um cruzamento na segunda trave, Raphael
Luz sozinho e sem goleiro, finalizou errado a ponto da bola nem sair do campo
de jogo.

A estrela de Lucão voltou a brilhar. Na sua reestreia o
atacante que recebeu a braçadeira de capitão durante as substituições teve em
seu pé a bola do jogo e não desperdiçou. Em jogada pela esquerda o centroavante
recebeu, ganhou no corpo e bateu forte na saída de Edson. O gol da vitória.

Na próxima rodada o Goiás visita o Iporá, no estádio
Ferreirão, no domingo (26), às 15h30 (horário de Brasília). A Aparecidense por
sua vez jogará novamente na Serrinha, mas desta vez como mandante contra o
Grêmio Anápolis, no mesmo dia, mas às 16h30.

FICHA TÉCNICA

Goiás 3×2 Aparecidense

Data: 23 de janeiro, 2020

Horário:
20h30 (horário de Brasília)

Local: Estádio Hailé Pinheiro (Serrinha)

Árbitro:
Wilton Sampaio (FIFA)

Auxiliares: Edson Antônio e Roberto Pereira

Gols: Alex
Henrique 27’1T, Diego Rosa 42’1T (Aparecidense) e Rafael Moura 36’1T, Lucão do
Break 38’1T e 43’2T (Goiás)

Goiás: Marcelo Rangel; Vidal, Lucão, Fábio Sanches e Jefferson;
Gilberto (Luiz Gustavo), Léo Sena e Thalles; Henrique Almeida (Daniel), Lucão
do Break e Rafael Moura (Kaio). Técnico: Ney Franco.

Aparecidense: Edson; Felipe, Robson, Ícaro e Hélder; Tiago
Ulisses, Ramires (Willyam) e Robert; Raphael Luz (Léo Teles), Diego Rosa (Aleilson)
e Alex Henrique. Técnico: João Paulo Sanches.

 

Veja Também