Antes da paralisação, Atlético-GO vence o Galvez-AC e avança na Copa do Brasil

Postado em: 17-03-2021 às 18h55
Por: Raphael Bezerra
Na Arena Pantanal, Atlético Goianiense venceu o Galvez-AC por 3 a 1 e avançou para a segunda fase da Copa do Brasil | Foto: Comunicação/ACG

Felipe André

O Atlético Goianiense fez seu papel como a equipe melhor ranqueada na Copa do Brasil. O rubro-negro enfrentou e venceu o Galvez-AC por 3 a 1 na tarde desta quarta-feira (17/3), na Arena Pantanal, em Cuiabá-MT. Por conta do decreto que proíbe os eventos esportivos no Acre, o duelo foi transferido e então realizado no Mato Grosso. Agora os goianos esperam quem avançar de Santa Cruz-RS e Joinville, que se enfrentam ainda nesta quarta.

Na primeira etapa, o ranqueamento da CBF não foi deixado de lado. Melhor colocado e com vaga na Série A e Sul-Americana, o  Atlético Goianiense assumiu o papel de protagonismo que o treinador João Paulo Sanches havia dito que faria. O rubro-negro controlou as ações de jogo e o goleiro Kozlinski, recuperado após duas semanas no departamento médico, não fez nenhuma grande defesa.

No setor ofensivo, o Atlético desperdiçou algumas oportunidades. Wellington Rato, de cabeça, exigiu boa defesa de Wadson nos minutos iniciais. Igor Carius também teve boa chance pelo lado esquerdo, mas mandou por cima. Apesar dos lances perdidos, Zé Roberto tratou de botar a bola no fundo da rede. Willian Maranhão serviu Wellington Rato, que cruzou rasteiro na grande área para o camisa 9, que de primeira, não deu chance para o adversário e saiu para comemorar.

Ainda deu tempo de uma reclamação atleticana. Dudu recebeu na grande área, driblou o marcador e cruzou de esquerda, mas nem Rato e nem Zé Roberto chegaram a tempo na bola. O centroavante porém ficou pedindo pênalti, enquanto o marcador ficou no chão alegando uma suposta agressão. O árbitro Diego Pombo Lopez (BA) nada marcou.

O segundo tempo começou e rapidamente o Atlético Goianiense chegou ao segundo gol. Após lançamento, Zé Roberto ganhou no alto e desviou para Danilo Gomes que disparou, o ponta finalizou cruzado e parou na defesa de Wadson, mas o goleiro espalmou para o meio da área e Wellington Rato apareceu para mandar para o fundo da rede.

O Atlético não deu tempo para o Galvez pensar. O rubro-negro teve um gol anulado logo após ter marcado o segundo. A equipe goiana chegou com mais jogadores na grande área e Zé Roberto perdeu grande chance, mas na sequência a bola sobrou para Janderson que chegou a marcar, mas estava impedido.

Mas na sequência o terceiro gol foi marcado. O Atlético apertou a saída de bola do Galvez que acabou errando, então Wellington Rato, Zé Roberto e Marlon Freitas triangularam e o meio-campista chegou na grande área e cruzou rasteiro para Danilo Gomes, que de primeira estufou as redes da equipe acreana.

Os “mandantes” se lançaram para o ataque após sofrer o terceiro gol e conseguiram diminuir o placar. Digão aproveitou um bate e rebate na grande área, ganhou a disputa com Oliveira e mandou para o fundo da rede. Com o gol marcado, o Galvez se soltou na partida, realizou as últimas mudanças disponíveis e se mandou para o ataque. A equipe acreana esbarrou na limitação técnica e o Atlético Goianiense então fortaleceu o meio-campo para travar as ações do adversário, com isso segurou o resultado e confirmou a classificação.

FICHA TÉCNICA
Galvez-AC 1×3 Atlético-GO

Data: 17 de março, 2021
Local: Arena do Pantanal, em Cuiabá-MT
Horário: 17h (de Brasília)

Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: Jucimar Dos Santos Dias (BA) e José Carlos Oliveira dos Santos (BA)

Gols: Zé Roberto, Wellington Rato e Danilo Gomes (ACG); Digão (GAL)

Galvez: Wadson; Thomas (Anthony), Felber, Marcus Vinicius e Giovani; Nesso (Lucas), Weverton e Adriano Nazario; Matheus (Digão), Radamés (Felipe) e Thyago (Geovani). Técnico: Paulo Roberto Oliveira

Atlético: Kozlinski; Dudu, Oliveira (Nathan), Éder e Igor Carius; Willian Maranhão, Marlon Freitas e Wellington Rato (Gabriel Baralhas); Roberson (Janderson), Danilo Gomes (Pablo Dyego) e Zé Roberto (Kevin). Técnico: João Paulo Sanches

Compartilhe: