Atlético-GO completa 84 anos e comemora virtualmente

Postado em: 02-04-2021 às 08h10
Por: Raphael Bezerra
Atlético-GO começou 2021 conquistando o bicampeonato estadual | Foto: Heber Gomes

Felipe André

Ainda sem contar com os luxos de uma festa, pelo segundo ano consecutivo, o Atlético Goianiense assopra as velinhas e completa 84 anos de história. Fundado no dia 2 de abril de 1937 com raízes no bairro de Campinas e tendo um Dragão como mascote, o clube foi pioneiro no futebol de Goiânia e foi o primeiro clube a conquistar um título estadual em 1944. Em 2021, será o único representante goiano na Série A e também na Copa Sul-Americana, o segundo torneio continental mais importante da América do Sul.

Com a pandemia causada pelo Covid-19, o Atlético Goianiense novamente não vai conseguir realizar uma festa para seus torcedores. O clube planejou para o longo do dia uma sequência de publicações nas redes sociais da equipe, com vídeos e textos marcantes de todos os 84 anos da equipe rubro-negra. 

“Quero parabenizar o Atlético por mais um ano sem desistir, mesmo em meio a pandemia o clube se manteve sólido e não deixou que nada o abalasse. São 84 anos de muita história, de lá para cá diversos títulos conquistados. Eu costumo dizer que não se vira atleticano, se nasce e mesmo não sendo nascido no bairro de Campinas eu creio que desde pequeno, desde antes de começar a entender de futebol, eu já torcia pelo Atlético. Não consigo me imaginar torcendo para outro clube, o amor pelo Atlético vai além de muita coisa” celebrou Jefferson Santos, torcedor do rubro-negro, que fez o TCC do curso dele voltado ao clube do bairro de Campinas.

Fundação

Participaram da fundação do Atlético os irmãos Nicanor Gordo – primeiro presidente do conselho deliberativo -, Alberto Alves Gordo e Afonso Gordo, Edson Hermano, primeiro goleiro do clube, João de Brito Guimarães, João Batista Gonçalves, Ondomar Sarti, Benjamim Roriz, entre outros. O primeiro presidente foi Antônio Accioly, que conseguiu o terreno para a construção do estádio do clube que leva o seu nome. 

Conquistas

Ao longo dos anos, o Atlético conquistou quatro títulos em âmbito nacional. O primeiro foi o Torneio da Integração Nacional, que foi disputado por 16 equipes de diferentes estados brasileiros em 1971. O Atlético ainda foi bicampeão da Série C em 1990 e 2008. O maior título da história do clube acabou acontecendo em 2016. Em uma campanha que resultou em ficar na parte alta da tabela do início ao fim, o rubro-negro se sagrou Campeão Brasileiro da Série B.

Porém, o clube passou por dificuldades no começo do século 21 devido às más administrações e chegou próximo de seu fim, inclusive com a demolição e abandono do estádio Antônio Accioly. Em 2003, pela primeira vez em sua história, o clube caiu para a segunda divisão do Campeonato Goiano, de onde não conseguiu sair no ano seguinte.

Em 2005 com a presença do Presidente do Conselho Deliberativo, Jovair Arantes, e ex-presidentes como Wilson Carlos, Valdivino de Oliveira e Maurício Sampaio, além outros importantes beneméritos, o clube ressurgiu, o estádio Antônio Accioly foi reconstruído e o clube foi o campeão da divisão de acesso, conseguindo o retorno à elite do futebol goiano. Dois anos depois, após 19 anos de jejum, o Atlético voltou a conquistar um título estadual.

Em 2018, o estádio Antônio Accioly voltou a ser utilizado e se tornou novamente a casa do Atlético Goianiense. No fim do ano passado o “Castelo do Dragão” foi utilizado pela primeira vez em um duelo pela Série A, naquela ocasião o clube goiano empatou sem gols contra o Internacional. O local se tornou importante e ajudou o rubro-negro a conquistar a melhor campanha da história do time na primeira divisão e a retornar a Copa Sul-Americana, que só havia disputado em 2012.

Compartilhe: