Goiás completa 78 anos sem muita festa

Postado em: 06-04-2021 às 09h20
Por: Augusto Sobrinho
Goiás completa 78 anos nesta terça-feira, mas sem muito alarde, tenta seguir em frente contando com a ajuda dos garotos | Foto: Reprodução

Victor Pimenta

O Goiás completa nesta
terça-feira (06/04), 78 anos de história, mas no atual momento em que o clube
se encontra, não há muitos motivos para comemorar. O time que disputa na
temporada a Série B, foi eliminado precocemente na Copa do Brasil e o
campeonato goiano é um fio de esperança para conseguir tirar novamente o
sorriso de seu torcedor.

O que era para ser um ponto
conquistado neste domingo, diante do Jaraguá, o atacante Vinicius Lopes em uma
bela finalização decretou a vitória esmeraldina nos acréscimos do segundo
tempo, assim o Goiás voltou a vencer após três derrotas consecutivas e Augusto
César falou mais sobre.

“Ele tem apenas 21 anos e assim
como os outros garotos mais novos, vão oscilar mesmo essa cobrança em cima
deles. Basta nós que estamos no comando passar essa tranquilidade para eles e
nosso dia-a-dia é muito bom, tenho sempre feedback muito bom com os atletas,
passar essa experiência de campo para os atletas mais novos, conversar muito
com os atletas mais maduros de estarem sempre cobrando e às vezes dar um abraço
nesses atletas mais novos, que eles irão oscilar e isso é normal porque ninguém
nasce sabendo e sim vai aprendendo no decorrer da sua carreira”, ressaltou
Augusto César.

Quem retornou na última vitória
esmeraldina foi o zagueiro David Duarte. O jogador que ficou de fora da derrota
por 2 a 0 na última quarta-feira, resolvendo sobre seu futuro na carreira, no
jogo deste domingo demonstrou estar mais focado, seguro e confiante ao lado de
seu companheiro de defesa, o zagueiro Iago Mendonça, formando uma bela dupla e
impedindo novamente uma derrota esmeraldina. Fábio Sanches por sua vez, ficou
no banco.

“O David é um jogador exemplar,
dá muita ajuda para gente na conversa com os garotos, até mesmo na cobrança,
inclusive com o Nathan no primeiro tempo, em seu primeiro erro de passe, ele
deu uma dura no garoto, mas logo na sequência abraçou e motivou o jovem dizendo
que não podiam errar, então isso é importante. Ele sempre procura nos ajudar
com sua experiência, foi um jogador que saiu da nossa base e apesar dos seus 26
anos, se mostra um jogador muito experiente. A respeito do Sanches, foi opção
minha”, disse o treinador.

Outra boa atuação da equipe
esmeraldina nesta vitória de virada sobre o Jaraguá por 2 a 1 foi do goleiro
Tadeu. O mesmo que havia perdido posição para Marcelo Rangel, neste domingo
mostrou segurança e muita qualidade para assegurar que a equipe não sofresse
mais gols e consequentemente, mais uma derrota. Com uma bela cobrança de falta
de Luiz Fernando no início do segundo tempo, ele defendeu o que seria o
primeiro gol do jogo, mas nada pode fazer na cobrança de pênalti cobrada pelo
mesmo atleta.

“É muito gratificante para mim
estar aqui a dois anos. Já são mais de 80 jogos com a camisa do Goiás. Me sinto
muito honrado em fazer parte da história de uma equipe tão grande, como o
Goiás. Sei que eu sou um privilegiado por poder vestir essa camisa. Poder
representar esse clube dentro de campo, é um motivo de muito orgulho. É uma
grande satisfação alcançar uma marca como essa”, disse o goleiro que completou
dois anos desde sua chegada no clube esmeraldino. (Especial para O Hoje)

Compartilhe: