Pets não ficam fora das festas juninas, tutores se preocupam com o estilo

Uma boa saída para aproveitar a festa junina junto com seu pet é organizar uma, com a família

Postado em: 28-06-2021 às 08h29
Por: Redação
Uma boa saída para aproveitar a festa junina junto com seu pet é organizar uma, com a família | Foto: Divulgação

Com toda a atenção que é dada aos animais de estimação, eles não poderiam ficar de fora das comemorações, incluindo a mais tradicional deste mês, a festa junina. “O momento ainda é difícil, mas não podemos desistir, temos que apostar. Neste ano esperamos que as vendas sejam melhores, apostamos nas lives e, principalmente, nas festas juninas em família, as quais ano passado quase não ocorreram”, destaca Waldirene Gles, proprietária da loja Cantinho do Cachorro, no Shopping Estação Goiânia.

Ela já tem alguns produtos em sua loja e está esperando a chegada de mais. “Minhas clientes estão pedindo e já tenho vestidos, camisas xadrez, com bandeirolas, chapéu, colete, bandana, gravata”, detalha a empresária sobre as opções de roupinhas e acessórios para esta época do ano. Waldirene explica que vende bem tanto para os tutores de cães machos quanto de fêmeas, mas que estas se sobressaem um pouco. “A diferença é pouca, mas nas fêmeas chama mais atenção. Posto as roupinhas na minha cadelinha e todos adoram”, conta.

Waldirene também é a estilista da loja e lança coleção novas baseada no período do ano, como carnaval, halloween e Natal, por exemplo. Ela conta que tudo começou por acaso. “Eu tinha uma cachorrinha e queria enfeitá-la, mas as roupinhas que encontrava eram muito caras, então comecei a fazer. As pessoas que viam notavam que eram peças confortáveis e me pediam para fazer. Com o tempo os pedidos foram aumentando e optei por abrir o negócio”, relembra, que produz a maioria das peças para cães de médio e pequeno porte, mas tem algumas peças para cachorros maiores, além de aceitar encomendas para eles.

Continua após a publicidade

Cuidados nas festas

Famosa pelas comidas típicas, a festa junina também é marcada pelos sons de fogos, rojões e outros efeitos sonoros que podem gerar uma série de transtornos para os pets, especialmente aos cães. No caso das festas caseiras, o risco é até maior, pois o barulho pode ficar ainda mais perto dos animais.

Para ajudar a reduzir o estresse dos cães e gatos durante o período, a PremieRpet® criou a campanha “Não brinque com fogos, brinque com o seu pet”, que convida os tutores a comemorarem a festa junina e se engajarem em uma ação contra o uso de fogos nas comemorações.

A campanha conta com ações informativas e brindes em pontos de venda de todo o país, site com orientações veterinárias, um vídeo ensinando a lidar com a situação de stress e até um filtro no Instagram para os tutores manifestarem seu apoio ao não uso de fogos.

De acordo com o médico-veterinário e supervisor de capacitação técnico-científica da PremieRpet®, Flavio Silva, é importante saber identificar quando os pets estão assustados e conhecer maneiras para ajudá-los nesse momento de insegurança. Com o medo do som dos fogos de artifício, os cães, por exemplo, podem manifestar o incômodo com latidos, agitação, tremor, salivação excessiva e tendem a buscar segurança nos tutores ou procurar um abrigo. (Especial para O Hoje)

Veja Também