Novos poetas goianos buscam financiamento coletivo para publicação de livro

Alda Alexandre é uma das escritoras que integram a terceira edição do coletivo

Postado em: 24-09-2021 às 09h07
Por: Redação
Alda Alexandre é uma das escritoras que integram a terceira edição do coletivo | Foto: Reprodução

35 novas autoras e novos autores de Goiás integram o terceiro volume da ‘Coleção e/ou, nas antologias de poesia e prosa’. Selecionados por meio de edital, juntamente com a NegaLilu Editora, buscam apoio por meio de financiamento coletivo, até 4 de novembro, para viabilizar a publicação de maneira independente. As doações estão sendo coletadas em catarse.me/colecao_eou3.

A maioria dos autores e das autoras são inéditos ou publicou o primeiro livro recentemente. A fundadora da NegaLilu Editora, Larissa Mundim, conta que o projeto já deu visibilidade a cerca de 80 escritores e escritoras iniciantes desde 2016, quando o volume 1 foi lançado. “Consideramos este trabalho a ‘menina dos olhos’ da editora, por ser uma ação de qualificação da escrita poética e literária em Goiás”, comenta ela.

A campanha com duração de dois meses tem como meta a arrecadação de R$ 29 mil e, se a meta não for alcançada, todo o dinheiro será devolvido aos apoiadores, pela plataforma Catarse. Na terceira semana de mobilização, 30% do recurso necessário para a editoração e impressão de 1.600 exemplares já havia sido captado. Os livros serão distribuídos entre as autoras e os autores e enviados a apoiadores.

Continua após a publicidade

As doações para o projeto podem ser feitas a partir de R$ 25, com recompensas. No entanto, apoiadores podem doar quantias maiores e menores também. O valor da doação determina a recompensa, que pode ser o agradecimento público, livros do catálogo da NegaLilu Editora, incluindo as antologias que serão realizadas com o recurso captado e atividades formativas. “Nesta fase da campanha, será fundamental o apoio de pessoas jurídicas, empresas interessadas em fortalecer a literatura, a poesia, a cultura goiana”, reflete Larissa Mundim.

O terceiro volume da ‘Coleção e/ou’ reúne 23 mulheres, 11 homens e uma pessoa não binária. De acordo com o edital de seleção, autores e autoras dos poemas, contos e crônicas a serem publicados nasceram ou residem em Goiás, capital e interior. As antologias também vão contar com a participação de 10 convidados e convidadas.

Formação

“Especialmente para quem é inédito, a publicação muda a relação com a escrita e inicia um diálogo com o público leitor que, sem a existência do livro, não seria possível”, comenta Larissa Mundim. Segundo ela, quem publica nas antologias da Coleção e/ou passa a integrar o Coletivo e/ou, convidado a integrar um programa permanente de formação de escritores e escritoras, por meio de oficinas, bate-papos, saraus, lançamentos e feiras literárias.

A NegaLilu Editora foi criada em 2013, em Goiânia, por Larissa Mundim, para fazer livros lindos. Mas descobriu que isso era insuficiente. Editora independente também interessada em estímulo à leitura e formação de leitores, inclusão de agentes sub-representados, revisão de processos produtivos, inovação no mercado editorial, alternativas de circulação da produção gráfica e literária no Brasil. Editora realizadora da feira e-cêntrica e do Festival Leitura & Resistência.

Veja Também