Cristiane Couto homenageia compositores goianos em turnê gratuita

Projeto Moara foi contemplado pelo Edital de Música do Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás 2018

Postado em: 28-10-2021 às 09h06
Por: Redação
Projeto Moara foi contemplado pelo Edital de Música do Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás 2018. | Foto: Reprodução

Por Elysia Cardoso (especial para O Hoje)

Com mais de 30 anos de trajetória na música e vivência em palcos do Brasil e Estados Unidos, a cantora Cristiane Couto fará uma turnê com shows gratuitos em Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis e Goianira neste mês de outubro e também em novembro. Intitulado ‘Moara’, o projeto, que é composto somente por mulheres, investe em um repertório de rock alternativo, com inserções de blues, balada e ritmos brasileiros, para homenagear compositores goianos.

Já o encerramento da turnê será no dia 21 de novembro, às 11 horas, na Feira do Cerrado, na capital, e também terá a participação especial do compositor Gabriel Carvalho. Todos com entrada franca. Os locais das apresentações foram escolhidos criteriosamente a fim de garantir o acesso a diversas classes sociais, a portadores de mobilidade reduzida e ir ao encontro de jovens, possibilitando reflexão, emoção e interatividade através da música.

Continua após a publicidade

Acompanhada por Ingrid Lobo (guitarra), Isis Krisna (contrabaixo) e Paula Bernades (bateria), a cantora irá interpretar canções de Rômulo Oliveira, Língua Solta, Gabriel Carvalho, Valter Mustafé, Ton Zêra, Gustavo Ribeiro, Rainy Ághata e Arnaldo Freire, Gustavo Veiga, Elielson Coelho. “Desde sua concepção, há alguns anos, o projeto Moara visa difundir a riqueza da música feita em Goiás, que conta com uma grande diversidade de ritmos e de uma personalidade musical ímpar”, reitera Cristiane.

O show ainda é um tributo aos músicos Almir Alexandre e Delcione Magalhães, que foram os criadores da banda Língua Solta, precursora do rock no estado de Goiás. Sem contar que Moara é o nome da filha da cantora e também carrega um forte valor cultural de enaltecimento e reconhecimento da cultura dos povos originários. O público também poderá conferir releituras de canções de Ana Carolina, Maria Gadú, Cássia Eller, Malu Magalhães e 5 a seco. Ao final da turnê, mais especificamente no dia 18 de dezembro, o show também será transmitido no canal do YouTube de Cristiane Couto.

Dona de uma voz rouca e de forte personalidade musical, Cristiane Couto iniciou sua carreira no ano de 1989 e desde então se apresenta em bares, restaurantes, eventos particulares e projetos culturais. Nesses 32 anos de carreira, levou seu canto a vários estados brasileiros, como Minas Gerais, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Espírito Santo, Paraná e todo estado de Goiás, além de países como Paraguai, Bolívia e Estados Unidos.

Nascida em Paraúna (GO) e radicada em Goiânia, também morou um tempo em Atlanta, nos EUA, e, por isso, soma importantes parcerias com grandes nomes da música goiana e também internacional, como a gravação da música “Western Blues”, do compositor norte-americano David Wunder, e o Duo Trem de Música, formado com o tecladista Norte-americano Richard Mueller. Além da carreira solo, também foi vocalista da banda Língua Solta e integrou a banda performática Pau Pedra.

Participações especiais

O show ainda contará com a participação das cantoras goianas Regina Jardim e Rainy Ághata resultando, assim, em uma performance marcada por três vozes femininas de nuances e timbres distintos. Nas apresentações de Aparecida de Goiânia e Goiânia, Moura Couto também subirá ao palco.

Regina Jardim iniciou seu contato com a música em 1982, ao cursar Teoria Musical no Conservatório da UFG. Depois disso, ainda estudou piano, coral, teatro, fotografia e design gráfico. Além de apresentações em bares, teatros e festivais, fez várias gravações backing vocal, entre elas para o CD da banda Side by Side, em Hamburgo, na Alemanha.

Com mais de 20 anos de carreira, Rainy Ághata também já se apresentou em diversos bares, teatros, pubs e grandes festivais, como o Acustic, em Barcelona, e desenvolveu vários projetos musicais. Soma três CDs gravados que percorrem ritmos como MPB, samba, bossa nova, blues, afoxé e frevo. Atualmente, também é presidente do Conselho Municipal de Cultura de Goiânia.

Já Moara Couto demonstrou cedo sua veia artística, apresentando-se ao lado da mãe em diversos espaços culturais. Ao longo dos anos, desenvolveu um trabalho de MBP, reggae, blues e rock nacional com o músico e seu companheiro Gabriel Carvalho. E, hoje, também investe em um trabalho solo com composições melódicas dando uma nova roupagem ao rap.

Veja Também