Cantor Jorge Du Peixe sobe aos palcos com homenagem ao Rei do Baião Luiz Gonzaga

O show de Jorge Du Peixe será transmitido no domingo (28) via YouTube do Sesc São Paulo

Postado em: 23-11-2021 às 10h40
Por: Lanna Oliveira
O show de Jorge Du Peixe será transmitido no domingo (28) via YouTube do Sesc São Paulo | Foto: Reprodução

A banda Nação Zumbi é uma das maiores referências da música brasileira. Ela traz Jorge Du Peixe como vocalista, mas o cantor e compositor, depois de ter feito história com o grupo, agora apresenta uma nova versão. Mesmo carregado de suas experiências como zumbizeiro, Jorge Du Peixe agora encara os palcos sozinho.  De 26 a 28 de novembro, ele estreia em São Paulo o show do álbum ‘Baião Granfino’, no Sesc Vila Mariana. No dia 28, domingo, o show também é transmitido na íntegra pelo canal da instituição no YouTube.

Ao som de baião, forró, xaxado e maxixe, passando pelo maracatu, ska e bolero, Jorge Du Peixe mistura tudo em um show vibrante e dançante, com músicas de várias fases da carreira do Rei do Baião Luiz Gonzaga, além de algumas surpresas. Ao lado de Jorge Du Peixe (voz), a banda que o acompanha é formada por músicos que participaram da gravação do disco ‘Baião Granfino’, como Bruno Buarque (bateria), Lello Bezerra (guitarra), Sthe Araújo (percussão e voz), Victória dos Santos (percussão e voz) e Fábio Pinczowski (baixo), além de Nanda Guedes (sanfona). 

No repertório do show, entram clássicos como ‘O Fole Roncou’, ‘Sabiá’, ‘Pagode Russo’, ‘Qui Nem Jiló’ e ‘Sanfona Sentida’, raridades como ‘Acácia Amarela’ e ‘Baião Granfino’, e até músicas pouco conhecidas, como a maracatu-canção ‘Rei Bantu’, ‘Orélia’ e ‘Assum Preto’. Além das faixas do disco, o artista compilou outras canções do mesmo universo como ‘Maria, Minha Maria’ (Siba e Fuloresta), ‘Erva Rasteira’ e ‘Festa’ (Gonzaguinha) e ‘Pau de Arara’ (Luiz Gonzaga/Guio de Moraes). 

Continua após a publicidade

‘Baião Granfino’ é um álbum que Jorge Du Peixe lançou em setembro, com versões das músicas de Luiz Gonzaga. O disco tem 11 faixas que tem a pretensão de apresentar novas propostas sonoras e arranjos sofisticados de músicas consagradas. Para o cantor e compositor, que tem uma trajetória na música de 28 anos, é uma honra e um desejo antigo se concretizando: “Faz parte da minha memória afetiva. Quem é do nordeste cresce ouvindo as melodias de Luiz Gonzaga”, diz.

No texto de apresentação de ‘Baião Granfino’, o jornalista e escritor Xico Sá comenta a importância da obra: “Jorge Du Peixe, o homem da Nação Zumbi, bota no mundo mais do que uma homenagem ou um projeto paralelo na carreira. O que acontece neste álbum é um encontro espiritual entre ele e Luiz Gonzaga no jardim dos caminhos que se bifurcam. Bem ali no meio da viagem entre os sertões e os mares; os mares e os sertões”. Afirmando assim, a exuberância dessa mistura de gênios.

Quem é Jorge Du Peixe?

Jorge Du Peixe começou a sua carreira na música em 1993. O cantor e compositor pernambucano é vocalista da Nação Zumbi, uma das bandas mais importantes da música brasileira. Nascida no início da década de 1990, a banda originalmente se chamava Chico Science e Nação Zumbi e era liderada por Chico Science, cantor, compositor e um dos principais representantes do movimento manguebeat. Depois da morte precoce de Chico, Du Peixe, que já era membro da banda, assumiu os vocais.  Com a banda Nação Zumbi lançou 13 discos, fez parcerias com diversos artistas e shows em vários países. Algumas de suas músicas entraram em trilhas sonoras de filmes e novelas. O artista também integra outros projetos musicais, como a banda Los Sebosos Postizos, com quem lançou o disco ‘Los Sebosos Postizos Interpretam Jorge Ben Jor’ (Deck), produzido por Mário Caldato Jr., e o grupo Afrobombas, que tem como vocalista, além de Du Peixe, Lula Lira, filha de Chico Science.

Veja Também