Fica 2021: Festival terá Mostra especial em homenagem à história do Estado de Goiás

Postado em: 01-12-2021 às 10h00
Por: Redação
Intuito é apresentar a história do município pela perspectiva de cineastas locais | Foto: Reprodução

Por Elysia Cardoso

O Fica 2021 prestará homenagem à história de Goiás por meio das telas de cinema com a Mostra Becos da Minha Terra, criada em comemoração ao aniversário de 20 anos do reconhecimento da cidade como Patrimônio Cultural da Humanidade, pela UNESCO.  

Voltada para curtas de gênero livre produzidos exclusivamente no município, a Mostra tem intuito de apresentar a história da cidade e de seus moradores pela perspectiva de cineastas locais.

A secretária de Cultura da Cidade de Goiás, Raissa Coutinho, comentou, durante coletiva de imprensa, que essa edição está sendo planejada de uma maneira mais próxima da comunidade local. “Nós temos uma grande satisfação e gratidão com a Secretaria Estadual da Cultura que esse ano promoveu de forma um pouco diferente a comunicação com a cidade, a conversa com os moradores. A cidade se sente muito mais acolhida e parte ativa do Festival, na concepção e na organização”, afirmou. 

Na oportunidade, Raissa também afirmou que o evento representa alegria para os moradores da cidade, sendo um momento muito esperado por movimentar a cadeia produtiva do cinema e cultura.  

Além da Mostra especial, todas as apresentações artísticas selecionadas para o Fica 2021 serão de artistas Vilaboenses. Mais uma maneira de reafirmar as raízes do evento e fortalecer as manifestações culturais da região. 

Um Patrimônio Mundial inestimável

Sediando o evento desde a primeira edição em 1999, a cidade histórica de Goiás possui uma admirável riqueza arquitetônica do período colonial, restaurado e conservado com o tempo.  A culinária típica da região inclui pratos tradicionais do estado, como o arroz com pequi, o empadão goiano, licores, doces cristalizados e os tradicionais alfenins, doces feitos de polvilho e açúcar que unem artesanato e sabor. 

Aliás, o artesanato também faz parte da cidade. Peças de cerâmica mantêm vivas as tradições artísticas herdadas dos antigos índios da região e escravos. Somam-se a estes símbolos as festas tradicionais, de caráter religioso e cultural, como é o caso do próprio Fica, que já é uma marca indivisível de Goiás. 

Filmes selecionados 

O governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), divulgou recentemente a seleção de filmes que vão competir nas mostras da 22ª edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica). Foram selecionadas 52 produções cinematográficas. Além de filmes brasileiros, trabalhos da França/Reino Unido, Sérvia e Irã também estão entre os escolhidos pelo júri.

Neste ano, o Festival contará com quatro mostras: Washington Novaes, que contempla filmes (curtas e longas-metragens) de todo o mundo com temática ambiental; Cinema Goiano, que apresentará curtas-metragens goianos; Becos da Minha Terra, novidade nessa edição, com curtas-metragens apenas de produtores vilaboenes e a Videoclipes, que também estreia na edição de 2021, e reproduzirá produções em formato de videoclipe.
Os vencedores da mostra Washigton Novaes receberão prêmios entre R$ 30 mil (melhor longa-metragem) e R$ 10 mil (melhor curta-metragem ou média-metragem). Já a Mostra de Cinema Goiano distribuirá prêmios no valor de R$ 6 mil e R$ 5 mil para os ganhadores. As mostras Becos da Minha Terra e de Videoclipes também terão premiações em valores que variam de R$ 2 mil a R$ 4 mil. (Especial para O Hoje)

Compartilhe: