Primeiro concerto da Temporada 2022 da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás ocorre nesta quinta-feira

Espetáculo aberto a comunidade terá como convidado, o solista Renan Gonçalves

Postado em: 24-02-2022 às 09h22
Por: Redação
Espetáculo aberto a comunidade terá como convidado, o solista Renan Gonçalves | Foto: Reprodução

Por Elysia Cardoso

A Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG) realiza nesta quinta-feira (24), às 20h, no Teatro Escola Basileu França, o concerto de abertura da ‘Temporada 2022’. O espetáculo aberto a comunidade terá como convidado, o solista Renan Gonçalves. O violinista já atuou como solista da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo e, atualmente, integra a orquestra do Teatro São Pedro, na cidade de São Paulo. 

Para esse concerto, será admitida a entrada gratuita de até 350 pessoas. Todos os protocolos de segurança contra a Covid-19 deverão ser cumpridos. O público presente vai ter acesso a uma das sinfonias mais consagradas do repertório orquestral: “Do Novo Mundo”, 9° Sinfonia de Antonín Dvorák. Nesta sinfonia, Dvorák cria uma espécie de linguagem multicultural, quando mescla a utilização dos temas boêmios, característicos de sua terra natal, com elementos folclóricos norte-americano, como o negro spirituals. 

Continua após a publicidade

“Esse concerto marca o início dos trabalhos da OSJG e dos Grupos Sinfônicos da EFG em Artes Basileu França. O ano passado tivemos mais de 100 concertos e apresentações e estamos muito felizes de começar esse ano com boas perspectivas. Até mesmo porque estamos vivendo um novo momento de convívio social”, afirma o maestro Eliel Ferreira.  

O programa conta ainda com o emblemático ‘Concerto para Violino de P. I. Tchaikovsky’, que é considerado um dos mais difíceis já escritos para o violino. “Quando Tchaikovsky escreveu o concerto para violino, quis explorar ao máximo as possibilidades virtuosísticas do instrumento. Além disso, manter uma atmosfera de muita elegância, dançante, de balé, que é uma característica que permeia toda a sua música”, explica Renan Gonçalves.  

Essa será a primeira apresentação do solista em Goiânia. Ele diz estar empolgado por fazer música junto com a OSJG. “Música é vida, é saúde, enriquece a nossa alma. É uma das coisas que nos mostram que não estamos aqui somente para ‘sobreviver’, mas para viver plenamente e nos conectar uns com os outros no mais genuíno sentido da palavra. A música tem esse poder”, diz emocionado.

Fundada em 2001, a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás oferece a jovens e adolescentes a oportunidade de se profissionalizar através do contato direto com o universo da música sinfônica. A seleção para o ingresso é feita anualmente através de audições. Muitos dos selecionados são alunos do Itego em Artes Basileu França, que são  preparados até alcançarem o nível que possibilita o ingresso em grupos profissionais. A orquestra realiza cerca de 30 concertos anuais em Goiânia e região metropolitana, além de apresentações especiais em importantes salas de espetáculos em outros estados, concertos especiais com maestros convidados e a participação em projetos culturais e espetáculos produzidos pelo Itego em Artes Basileu França.

Veja Também