Goiânia oferece programação para quem quer fugir do clichê dos eventos com samba, axé e marchinhas

A banda Os Blankas está na ativa desde 2018, sendo que sua primeira apresentação ocorreu justamente no palco do Lowbrow

Postado em: 26-02-2022 às 10h47
Por: Lanna Oliveira
A banda Os Blankas está na ativa desde 2018, sendo que sua primeira apresentação ocorreu justamente no palco do Lowbrow | Foto: Milena Massarani

A folia carnavalesca chega com prazeres e desprazeres. Enfim, aos poucos tudo volta a rotina normal e com o feriado não poderia ser diferente. Mas mesmo com o retorno das atividades, as famosas festas de Carnaval ainda estão suspensas. Salvador (BA) não terá os famosos trios elétricos, o Sambódromo da Marquês de Sapucaí no Rio de Janeiro (RJ) não apresentará enredos grandiosos com o adiamento dos desfiles e cidades que recebiam eventos tradicionais também não poderão encher suas ruas com cores e diversão.

Assim, entre a alegria de estar de volta e o pesar de não ser o Carnaval que os brasileiros amam, os estabelecimentos ao redor do Brasil tentam suprir essa demanda com uma programação diversificada. Na capital goiana, eventos não vão faltar para todos os estilos. Bares como Tatu Bola, Laguna Gastrobar, Cerrado Cervejaria, Madalena, Bahrem, entre outros, já confirmaram shows ao vivo carnavalescos. Mas os artistas alternativos aos praxes de Carnaval ganham destaque nesse Line Up.

Normalmente, nesta época as músicas que dominam o mercado é o samba, axé e marchinhas de Carnaval. Indo contra a maré, as pessoas estão em busca de lugares que proporcionem experiências inovadoras e músicas que vão além do clichê. Um bom exemplo disto é o espaço Lowbrow Lab Arte & Boteco, que neste sábado (26) e domingo (27) investe em atrações que vão de rock, blues à reggae e afrobeat. Localizado no Setor Sul, a casa já é querida pelos goianos por oferecer boa comida, bons drinks e um ambiente que respira arte.

Continua após a publicidade

Carnaval alternativo

No Sábado (26) o dia é dedicado ao rock, blues e brasilidades. Quem comanda o som é a banda Os Blankas e o cantor Diego Falk. As apresentações começam às 21h30, mas a casa abre às 19h, com a mostra coletiva ‘Sensitiva’, dos artistas Bulacha, Fliperama, Mucio Nunes e Pedro Dias. Formada por Gabo Díaz (voz e guitarra), Victor Morais (voz e violão), Emerson Fagundes (contrabaixo) e Enzo Sprung (bateria), a banda Os Blankas está na ativa desde 2018, sendo que sua primeira apresentação ocorreu justamente no palco do Lowbrow.

Neste show, a banda conta com duas guitarras, o que traz um peso maior para a sonoridade. No setlist do grupo, estão hits de Led Zeppelin, The Beatles, The Rolling Stones, Stevie Ray Vaughan, Elvis Presley, The Doors e Pink Floyd, entre outros clássicos consagrados do rock e do blues das décadas de 1950 a 1970. Já Diego Falk investe em releituras nacionais e internacionais de nomes como Tim Maia, Lulu Santos, Skank, Natiruts, Bob Marley, Jack Johnson e Bruno Mars, além de apresentar músicas autorais. 

Domingo (27) é a vez do samba reggae, cumbia, afrobeat, latinidades, afoxé. Quem comanda a programação é a banda Mundhumano e Pridjey. As apresentações começam às 19h30, mas neste dia, a casa abre mais cedo, às 18h. A Mundhumano nasceu em 2013 e é formada por Nina Soldera (vocais), Kleuber Garcêz (violão e composições), César Henrique (guitarra), Rafael Lenza (contrabaixo), Pedro Verano (flauta) e Danilo Rosolem (percussão e programações). Já Pridjey mistura música brasileira, funk dos anos 70, jazz e música eletrônica.

Veja Também