Após dois anos, Cine Cultura volta a realizar mostras de grandes cineastas

Postado em: 05-05-2022 às 09h28
Por: Redação
Secult/Goiás presta uma homenagem aos 90 anos de Andrei Tarkovsky, um dos principais nomes do cinema russo | Foto: Reprodução

As mostras de grandes cineastas voltam às telas do Cine Cultura após um hiato de dois anos devido à pandemia da Covid-19. Para estrear o evento, o escolhido foi Andrei Tarkovsky, considerado um dos principais nomes do cinema russo.

Para prestar uma homenagem aos 90 anos do cineasta, o Cine Cultura, unidade da Secretaria de Cultura de Goiás (Secult), em parceria com o CPC-Umes Filmes, apresenta uma mostra dedicada à boa parte de sua obra. O evento acontece de 05 a 11 de maio e traz filmes que representam vários momentos da criação de Tarkovsky, que tornou-se conhecido por filmes que evocam uma espécie de espiritualidade do tempo, desenvolvendo em seu cinema uma observação atenta à beleza de memórias e momentos.

Em cartaz, estarão: O rolo compressor e o violinista (1960) que traz a história de amizade entre um menino de 7 anos e um operador de rolo compressor, A infância de Ivan (1962), primeiro longa-metragem de Tarkovsky que aborda a trajetória do protagonista nas frentes soviéticas durante a segunda guerra mundial e Andrei Rublev (1966), que é baseado na história de um dos maiores icononografistas da Rússia. 

Ao longo da narrativa, explora-se os  caminhos que levaram Rublev, que foi monge e canonizado em 1988, a se tornar um artista. Por meio do roteiro de Tarkovsky, o espectador conhece as motivações para que o artista se tornasse o maior pintor de ícones da escola medieval russa. O filme, que participou do Festival de Cannes de 1969, é tido como uma das melhores películas de arte pelo jornal britânico The Guardian.

Compartilhe: