Paixão em toda idade

Postado em: 08-06-2022 às 10h57
Por: Elysia Cardoso Ferreira
Saiba os benefícios dos relacionamentos na terceira idade | Foto: Reprodução

Com o Dia dos Namorados chegando, vale ressaltar que não são só os jovens que comemoram a data. Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Data Popular, existem mais de 1 milhão de pessoas com mais de 60 anos em um relacionamento sério. Apesar do que se acredita sobre o assunto, manter um namoro nesta fase da vida, pode ser muito benéfico para a saúde dos idosos.

Um dos problemas mais relacionados com o processo do envelhecimento, são os distúrbios mentais, que incluem a ansiedade e depressão, causado pela sensação de incapacidade e autoestima. Segundo a última Pesquisa Nacional de Saúde, realizada em 2019 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a doença atinge cerca de 13% da população entre os 60 e 64 anos de idade.

Por isso, os relacionamentos na terceira idade geram mais vontade de viver entre os mais velhos, além de ajudar a manter mais estável o lado emocional. Entre um dos motivos que explica essa relação é que ao encontrar uma pessoa que entende a situação em que o idoso está vivendo e mesmo assim, mostra-se capaz de gostar e manter uma vivência ao seu lado, deixa-o mais seguro e confiante.

Para a psicóloga Tais Fernandes, do Grupo Said, empresa de cuidadores de idosos, junto ao envelhecimento vem o amadurecimento e crescimento pessoal, novas maneiras de enxergar a vida e os relacionamentos. Assim, as conexões e vínculos estabelecidos pelo idoso ao longo de sua existência são de grande valor e precisam ser reconhecidas.

Além disso, o namoro inspira o cuidado, tanto consigo mesmo quanto com o outro, dessa forma, os cuidados com a saúde, com a estética e a vontade de fazer atividades mais ativas aumenta, estimulando a produção de endorfina, hormônio da felicidade.

Contudo, assim como relacionamentos na fase adulta, a cautela é necessária, procurando sempre manter essa conversa entre os familiares, para que ambos os lados entendam melhor sobre o assunto, busque conhecer a outra pessoa sem pressa e sem atropelar as etapas, para que essa relação não se torne tóxica ou abusiva, causadas pela dependência emocional ou financeira.

“A busca por relacionamentos amorosos é algo natural na terceira idade, novas possibilidades de construção de relações devem ser validadas e aceitas como parte desta etapa da vida. Um relacionamento saudável, assim como a vivência da sexualidade, são positivas ao idoso e podem contribuir para o bem-estar, autoestima, apego, comunicação e afetividade. Lembre-se sempre que ser idoso não é sinônimo de impotência, incapacidade ou dependência”, finaliza a psicóloga.

Compartilhe: