Nutricionista apresenta dicas para manter cardápio saudável no frio

Para esta época do ano, o especialista recomenda as variedades de sopas, caldos, cremes e carboidratos de boa qualidade

Postado em: 26-07-2022 às 09h19
Por: Elysia Cardoso Ferreira
Para esta época do ano, o especialista recomenda as variedades de sopas, caldos, cremes e carboidratos de boa qualidade | Foto: Reprodução

As baixas temperaturas exigem mais do metabolismo do corpo, que tende a acelerar para gerar calor no clima frio e seco. Com isso, a sensação de fome é mais constante nesse período e o organismo necessita de alimentos com teor calórico moderado, para manter a produção de energia; e ricos em nutrientes, para garantir a imunidade contra doenças típicas das estações mais geladas do ano. Especialistas recomendam cuidados na hora de montar um cardápio para conservar a saúde e fugir de opções gordurosas.

De acordo com o nutricionista e docente do curso de Nutrição da Faculdade Anhanguera, Plinio Bonfim, o aumento no apetite é considerado comum. “O problema está relacionado a fontes excessivamente calóricas que proporcionam a falsa sensação de saciedade, mas prejudicam a funcionalidade do corpo”, alerta a professor. “Comer de forma compulsiva também pode gerar hábitos que serão dificilmente eliminados, mesmo com a chegada do verão”, completa.

Para esta época do ano, o especialista recomenda as variedades de sopas, caldos e cremes com base em legumes e verduras e os carboidratos de boa qualidade, presentes na mandioca, na mandioquinha, batata inglesa e na batata doce. “É importante evitar versões à base de embutidos, produtos industrializados, queijos e carnes muito gordurosos”, aconselha. “Combinações com três ou quatro leguminosas são o suficiente para uma refeição saudável e completa”, afirma.

Continua após a publicidade

Inserir gorduras de boa qualidade na dieta também é uma sugestão para aumentar a saciedade. Frutas da época, como o abacate, podem ser interessantes para o cardápio diário, e as oleaginosas, como as castanhas, as nozes e as amêndoas são ricas em vitamina E, capaz de reduzir as inflamações e aumentar a resistência contra infecções. “A gordura insaturada dessas sementes mantém o corpo aquecido. Ingerir uma porção de 25 gramas ao dia em lanches durante a manhã ou à tarde pode ser positivo para rotina”, recomenda.

Imunidade 

O clima frio é propício para o surgimento de doenças típicas da temporada e a alimentação pode auxiliar na prevenção e combate desses problemas estacionais. Uma dieta com a inclusão de alho, gengibre, própolis ou mel, em doses moderadas, pode melhorar a imunidade. Esses ingredientes ajudam a eliminar as substâncias tóxicas do corpo, contribuem para a limpeza do muco das vias aéreas e reduzem o risco de inflamações, a proliferação de vírus e bactérias e o desenvolvimento de gripe ou resfriados.

Frutas cítricas, como a laranja e a tangerina, são ricas em vitamina C, que fortalece o sistema imunológico, e devem ser consumidas diariamente. “Independentemente do clima, é essencial manter uma alimentação equilibrada, praticar exercícios físicos de forma regular e beber bastante água para hidratar o corpo”, finaliza o professor.

Veja Também