Espetáculo ‘Simples Assim’ baseado nas crônicas de Martha Medeiros, chega em Goiânia

Martha Medeiros afirma que a peça traz o espírito meio esquizofrênico desta época

Postado em: 05-08-2022 às 08h22
Por: Lanna Oliveira
O espetáculo usa de uma estrutura dinâmica que engloba interpretação de vários personagens | Foto: Divulgação

Um casal que apenas interage pelo celular, uma mulher que contrata uma dublê de si mesma e uma jovem que decide viajar para Marte e abandonar o amante, são histórias que fazem alusão aos tempos em que vivemos. Tratando de temas cotidianos, os enredos que dão direcionamento ao espetáculo ‘Simples Assim’, apontam reflexões pertinentes. Com temporada em Goiânia, os atores Julia Lemmertz, Georgiana Góes e Pedroca Monteiro se apresentam nesta sexta (5), sábado (6) e domingo (7) no Teatro Madre Esperança Garrido, às 21h e 19h.

A vida como ela é, personagens palpáveis e temas cotidianos são características explicitas nos textos de Martha Medeiros, autora do espetáculo ‘Simples Assim’. Dando ênfase na beleza da simplicidade, na peça ela não faria diferente, já que esta é uma adaptação de suas coletâneas de crônicas ‘Quem diria que viver iria dar nisso’ e ‘Simples assim’. O trabalho de transposição dos dez textos que são encenados pelos atores foi feito pela própria em parceria com a dramaturga Rosane Lima e ainda conta com a direção de Ernesto Piccolo. 

A comédia abre espaço para uma indagação: para onde foi a simplicidade do afeto tête-à-tête? O enredo traz reflexões sobre a roda da vida e os humanos em meio ao caos moderno, à solidão tecnológica, soterrados por informações e desencontros. Em entrevista ao Essência, a atriz Julia Lemmertz revela que essa construção se dá por meio da conexão entre as cenas através dos personagens e suas interações. “Sempre tem um que sai de uma cena rumo a outra e encontra com outros personagens. Assim, no final a roda se completa”.

Continua após a publicidade

O espetáculo usa de uma estrutura dinâmica que engloba interpretação de vários personagens e trocas rápidas para refletir sobre o cotidiano com humor e afeto. Segundo Julia, essa correria nos bastidores torna tudo divertido e fluido. Rosane Lima, coautora, complementa lembrando que a estrutura do texto de ‘Simples Assim’ segue um modelo inspirado em ‘A Ronda’, clássico do austríaco Arthur Schnitzler, com cenas aparentemente independentes, mas com um personagem sempre se repetindo no quadro seguinte.

Martha Medeiros afirma que a peça traz o espírito meio esquizofrênico desta época. “A vida é difícil, mas a simplicidade salva. Corruptos existem, mas eles nada podem contra a morte. A tecnologia nos domina, mas o amor segue imperioso. Tudo se entrelaça. É um texto para rir e pensar sobre essa birutice toda”, explica. Martha ainda acrescenta que as cenas exploram detalhes dessas relações no cotidiano, procurando o que permanece de humano nos personagens em meio a tantas transformações. 

Para Ernesto Piccolo o espetáculo, por meio do humor, revela uma contemporaneidade. “É antropológico. Ele tem um lado muito humano e também traz lampejos sociais e políticos muito atuais, retrata o nosso desconforto com as coisas que estão acontecendo no mundo”. Pedroca Monteiro compartilha a opinião do diretor e destaca que a peça olha para o agora e aponta que, apesar de tudo, é necessário continuar. “Não adianta ir para Marte, como decide uma das personagens. É preciso estimular as pessoas à mudança”, conclui.

‘Simples Assim’ propõe focar no que realmente importa, tenta alcançar a simplicidade, que é algo tão complexo e difícil. “É preciso buscar gente que converse e se escute, que se aproxime pelo afeto, pelo carinho, pela empatia, pelo interesse pela vida do outro. É trocar, ouvir e ser ouvido”, diz Georgiana Góes. “E a Martha consegue traduzir tudo de uma maneira popular, que se comunica com todos”, elogia. Assim, a partir da identificação que o enredo causa no público, aquilo se torna importante pra você em alguma medida, materializando a magia da arte.

Sucesso de público e crítica em várias capitais do Brasil, o projeto nasceu de uma ideia do produtor Gustavo Nunes, em 2016, após um encontro com Martha Medeiros, em Porto Alegre. A parceria entre os dois rendeu também o canal da escritora no YouTube, M de Martha, além de outros projetos em parceria.  A escritora já teve outras obras adaptadas para o teatro como ‘Divã’ e ‘Doidas e Santas’, mas esta é a primeira vez que ela assina também a versão do texto para o palco. 

Permeando o compromisso com as ideias e o espírito de Martha, Julia Lemmertz sente que alcançaram o equilíbrio nesta adaptação e que no final todos sairão transformados pela experiência. “’Simples Assim’ é um espetáculo divertido, inteligente, para tocar os corações e mentes de quem nos der o prazer de nos assistir”, diz a atriz. Ela ainda afirma que estão felizes por estarem em Goiânia e diz ser uma oportunidade única pra todos, atores e plateia. “Queridos todos e todes de Goiânia, estamos chegando para encontrar vocês. Venham nos ver com os corações abertos! Estamos aguardando vocês com carinho”, finaliza Julia Lemmertz.

Veja Também