Especialista alerta sobre os maus hábitos que causam fadiga ocular

Os olhos, se submetidos a grandes esforços, podem se cansar e gerar fadiga

Postado em: 17-08-2022 às 08h53
Por: Elysia Cardoso Ferreira
Ter acesso a informações sobre saúde é uma questão de prevenção | Foto: Reprodução

Ficar muito tempo no computador, ler em movimento, não usar óculos de sol ou adiar a visita ao médico oftalmologista podem ser sinais de maus hábitos comportamentais que adotamos no cotidiano e que nem imaginamos prejudicar os nossos olhos. Um exemplo, quando estamos em frente ao monitor, piscamos menos os olhos, os deixando mais secos.

A visão é um sentido primordial para as nossas atividades do dia a dia e infelizmente no Brasil, não se tem o hábito de cuidar da saúde ocular. Dados do Ibope de 2022 mostram que um terço da população acima de 16 anos nunca foi ao oftalmologista e apenas 18% das pessoas entrevistadas foram ao especialista apenas uma vez. A falta de conhecimento relativo a doenças que causam cegueira, como glaucoma, é muito elevada. Em torno de 48% dos entrevistados que ouviram falar da doença, desconhecem completamente ou são incapazes de distinguir quais são os fatores de risco.

Ter acesso a informações sobre saúde é uma questão de prevenção. Daniella Limongi, oftalmologista especialista em retina, do Sesc Saúde Visão ressalta que “é uma estatística triste para nossa realidade que esses adolescentes nunca tiveram acesso à saúde ocular. Primeiramente precisamos melhorar a nossa saúde pública em nível primário, através da educação em saúde, segundo orientar quanto a essas doenças, porque o glaucoma é uma doença grave e a primeira causa de cegueira irreversível, precisamos ter cuidado, porém nessa faixa etária nos preocupamos mais com outras doenças que também podem trazer prejuízo”. 

Continua após a publicidade

A médica complementa que identificar a doença é difícil, pois o glaucoma provoca uma perda gradual periférica da visão e o paciente na maioria das vezes não percebe, quando se dá conta a doença já teve muitos anos de evolução, por isso é necessária a prevenção com visitas regulares ao oftalmologista. 

Cuidados  fundamentais

Fazer uma pausa a cada 20 minutos no computador? E um check-up regular aos olhos? Forçar a vista para enxergar no escuro ou em movimento? Podem nos levar à fadiga ocular. Estes cuidados nos ajudam a corrigir os maus hábitos que prejudicam a visão. Os olhos quando submetidos a grandes esforços, podem se cansar, assim como o restante do corpo, buscar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada, higiene adequada e exames preventivos, fazem bem à saúde dos olhos.

Alguns hábitos podem causar mal à visão com ler em ambientes escuros que além de forçar a concentração “cansa” o sistema de foco dos olhos, gerando ardência, lacrimejamento, dor de cabeça, oscilação da visão e olhos vermelhos. Para a médica oftalmologista Daniella Limongi do Sesc Saúde Visão, programas de prevenção como o oferecido pela instituição fazem toda a diferença na prevenção ocular e manutenção da saúde dos olhos.

Segundo a profissional o ideal para manter a saúde ocular é fechar e abrir os olhos por algum tempo e depois olhar para longe, pelo menos seis metros à frente vai ajudar no relaxamento do órgão. Isso porque quando os olhos não focam em nada por algum tempo, tendem a relaxar.

Veja Também