Anvisa nega autorização para uso emergencial de remédio russo contra Covid

Postado em: 22-06-2021 às 17h00
Por: Alice Orth
De acordo com o órgão, o remédio não atendeu requisitos mínimos de segurança e eficácia para esse uso. | Foto: Reprodução

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) negou nesta terça-feira (22/06) o aval para utilização de emergência do medicamento russo antiviral Avifavir. O comprimido seria utilizado em pacientes hospitalizados com Covid-19.

De acordo com o órgão, o remédio não atendeu requisitos mínimos de segurança e eficácia para esse uso. A decisão de negar a autorização foi unânime entre os diretores, que afirmam que nenhuma outra agência no mundo deu aval para que ele fosse usado contra o coronavírus. A Anvisa explicou que “as limitações, incertezas e riscos da aprovação do uso emergencial do Avifavir superam os benefícios no tratamento de pacientes com Covid-19”.

Fabricado pelas empresas API Technologies JCC e Joint Stock Company Chemical Diversity Research Institute, o pedido havia sido feito pelo Instituto Vital Brazil. A substância é utilizada no Japão desde 2014 contra a gripe e tem sido pesquisada no combate a Covid, mas ainda sem resultados definitivos.

Compartilhe: