Nome de Chico Xavier entra para o Livro de Aço dos Heróis da Pátria

Postado em: 08-09-2021 às 09h50
Por: Nielton Soares
Médium Francisco Cândido Cândido Xavier ingressa no seleto grupo de brasileiros do Panteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves, em Brasília | Foto: reprodução

O nome do médium Francisco Cândido Cândido Xavier, o Chico Xavier, foi inscrito no Livro de Ferro dos Heróis e Heroínas da Pátria, do Panteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves, em Brasília.

O ingresso de nomes de brasileiros ao seleto grupo é feito por projeto de lei, aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pela Presidência da República. No caso do Chico Xavier, a proposta foi de autoria do deputado federal Giovani Cherini (PL-RS), que foi aprovada no dia 26 de agosto.

E nesta quarta-feira (08/09) foi publicada a sanção do Governo Federal no Diário Oficial da União (DOU), assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) e pelo ministro da Justiça, Anderson Torres.

A relatoria do projeto foi do senador Eduardo Girão (Podemos-CE). Ele registrou que o espírita manteve, em 1980, duas mil instituições de caridade, por meio de direitos autorais de livros psicografados e ainda em campanhas beneficentes.

Um de seus trabalhos, o livro Nosso Lar bateu recorde de vendas e superou a marca de 48 edições, sendo adaptado para o cinema.

Francisco Cândido Cândido Xavier nasceu em 2 de abril de 1910, em São Leopoldo (MG). E faleceu no dia 30 de junho de 2002, em Uberaba, cidade na qual fez a maior parte das obras de caridade.

Chico Xavier era católico de criação, mas o contato com o espiritismo, por causa de um caso de possessão da irmã, o encaminhou para o espiritismo. Em 1927 ele ajudou a fundar o Centro Espírita Luiz Gonzaga, em São Leopoldo.

Personalidades

No Livro de Aço constam nomes como de Alferes Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes; Zumbi dos Palmares, líder quilombola, Marechal Manuel Deodoro da Fonseca, militar e primeiro presidente do Brasil, Dom Pedro I, primeiro imperador do Brasil, Marechal Luís Alves de Lima e Silva, duque de Caxias, Francisco Alves Mendes Filho, mais conhecido como “Chico Mendes”, e outras personalidades.

Compartilhe: