Associação Goiana de Imprensa lamenta perda de padre Jesus Flores

O padre Jesus Flores era referência em análises dos cenários políticos.

Postado em: 12-09-2021 às 12h21
Por: Victoria Lacerda
O padre Jesus Flores era referência em análises dos cenários políticos. | Foto: Reprodução

Nascido em 11 de março de 1933, Jesus Flores se tornou padre em janeiro de 1959, há 62 anos atrás. Na comunicação, trabalhou na Rádio Difusora e na TV Pai Eterno.

Sempre mostrando seu carisma para os ouvintes, o padre Jesus Flores era referência em análises dos cenários políticos locais, regionais e nacionais.

A Associação Goiana de Imprensa publicou uma nota para lamentar a perda do sacerdote e parabenizar sua história e popularidade entre os cristãos católicos:

Continua após a publicidade

A Associação Goiana de Imprensa (AGI) informa com pesar o falecimento de padre Jesus Flores, um dos expoentes da comunicação em Goiás nas últimas décadas. Profissional de reputação ilibada, Jesus Flores é mais uma vítima da covid-19, doença que tantas vidas da imprensa goiana já tirou. Ele esteve à frente da rádio Difusora em grandes momentos da história política de Goiás e do Brasil. Comentarista político nato, com grande disciplina e ponderação em suas análises, contribuiu civicamente para que o eleitorado fosse às urnas com informação e conhecimento. Sua marca sempre será a isenção e equilíbrio, bem como a coragem e determinação em convocar o cidadão a exercer seus direitos. Ficam o exemplo, o legado e a saudade. 

Veja Também