Queda de avião deixa 7 mortos; Celso Silveira, acionista da Cosan, mulher e filhos são vítimas

Postado em: 14-09-2021 às 16h38
Por: Alice Orth
Todos morreram na hora; avião caiu após decolagem e explodiu em mata. Foto: Corpo de Bombeiros de SP/Divulgação

O empresário Celso Silveira Mello Filho, de 73 anos, sua esposa, Maria Luiza Meneghel, de 71 anos, e os três filhos, Celso, 46, Fernando e Camila, 48 anos, estavam no bimotor que caiu em Piracicaba, interior de São Paulo, na manhã desta terça-feira (14/09). Assim como o piloto Celso Elias Carloni e o copiloto Giovani Gulo, eles morreram na hora.

A aeronave saiu do Aeroporto de Piracicaba com destino ao Pará, mas caiu logo após a decolagem, por volta das 9h. As causas do acidente ainda não foram informadas. Câmeras de segurança mostraram o momento da queda, seguida da explosão do avião.

A morte da família foi confirmada pelo Cosan, empresa que Celso Silveira Mello Filho é acionista. Ele é irmão do bilionário Rubens Ometto Silveira Mello, fundador e presidente do grupo Cosan, empresa que atua em distribuição de combustíveis.

“Com enorme pesar, a Cosan informa que o empresário Celso Silveira Mello Filho estava com a família na aeronave King Air 360 que caiu hoje, às 10h, em Piracicaba, causando a morte de todos os ocupantes. Celso era acionista e irmão do presidente do Conselho de Administração da companhia, Rubens Ometto Silveira Mello. Também estavam no avião a esposa de Celso, Maria Luiza Meneghel, seus três filhos, Celso, Fernando e Camila, o piloto Celso Elias Carloni e o copiloto Giovani Gulo”, diz nota da empresa.

Compartilhe: