Malafaia desafia Moraes a prendê-lo, em vídeo com tom de intimidação. Assista

Postado em: 15-09-2021 às 12h52
Por: Nielton Soares
Líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo afirmou que “mexer com liderança religiosa” no Brasil, é como cutucar “casa de marimbondo com ferrão grande” | Foto: reprodução

O líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, pastor neopentecostal Silas Malafaia, aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) apareceu em vídeo em tom de ameaça e intimidação ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Em um trecho da gravação, o religioso chega a desafiar o magistrado. “Queria ver, ele vir me prender”, exaltou. O vídeo, de uma entrevista à jornalista Leda Nagle, na última quinta-feira (09/09), está repercutindo nas redes sociais.

Nele, o pastor comenta que não teme ser preso, pois isso, nunca ocorreria, justificando que Moraes sabe se “mexer com liderança religiosa” no Brasil estará cutucando “uma casa de marimbondo com ferrão grande”.

Acerca da decretação da prisão de uma liderança religiosa, segundo Malafaia “a possibilidade de ele tocar em um líder religioso? De zero a cem? É de um. Dele tocar em mim?  De zero a cem é de uma chance”, acrescentou.

Pressão

O pastor descartou o uso da violência. “Não que evangélico vá quebrar nada, não tem nada a ver com isso, mas a pressão sobre isso é gigante. Deputados e senadores, que são votos majoritários, levam a eleição com voto dos evangélicos. Não vai aguentar a pressão”, afirmou Malafaia.

“Repito em alto bom som: ditador da toga. Tem que ter impeachment, não é digno de estar vestido de toga no Supremo Tribunal. Pode vir do jeito que ele quiser que eu não tenho medo”, intimidou.

Compartilhe: