Governo Bolsonaro: Ministério da Saúde volta atrás e libera vacinação de adolescentes

Segundo o órgão, a suspensão foi realizada como uma medida cautelar. 

Postado em: 23-09-2021 às 10h31
Por: Victoria Lacerda
Segundo o órgão, a suspensão foi realizada como uma medida cautelar. | Foto: Reprodução

Durante a noite da última quarta-feira (22/09) o Ministério da Saúde informou por meio de coletiva de imprensa, a liberação da vacinação em adolescentes sem comorbidades. Segundo o órgão, a suspensão foi realizada como uma medida cautelar. 

O secretário-executivo afirmou que após as análises e investigações, não houve a constatação de que haveria relação de causa e efeito entre a vacina e o óbito da adolescente do interior de São Paulo. 

Rosana Leite de Melo, secretária extraordinária de enfrentamento contra a Covid-19, também afirmou que haverá doses suficientes para a imunização de todos os brasileiros e pediu para que os estados e municípios priorizem a dose de reforço em idosos e grupos prioritários. 

Continua após a publicidade

A decisão de só imunizar adolescentes com comobordidades não passou pelas equipes de especialistas do Programa Nacional de Imunização e da Câmara Técnica, como revelou a colunista do GLOBO Malu Gaspar.

Veja Também