Entenda por que a Coronavac reduz em 88% as mortes de pessoas com mais de 70 anos

CE, ES, MT, PA e PI registraram significativa redução de óbitos entre idosos após imunização contra a Covid-19 com vacina do Butantan.

Postado em: 24-09-2021 às 11h58
Por: Victoria Lacerda
CE, ES, MT, PA e PI registraram significativa redução de óbitos entre idosos após imunização contra a Covid-19 com vacina do Butantan. | Foto: Reprodução

Na última quarta-feira (22/03), o governador João Doria anunciou que a imunização com Coronavac, vacina produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a biofarmacêutica Sinovac, reduziu em 88% as mortes pela Covid-19 entre os idosos com mais de 70 anos no Brasil.

A queda, apontada pelo próprio Ministério da Saúde, indica a eficiência do imunizante que foi utilizado na vacinação de 80% das pessoas nesta faixa etária em todo país.

“A vacinação com Coronavac reduziu em 88% as mortes de pessoas com mais de 70 anos no Brasil. Nossos pais, avós, tios e amigos com mais idade, felizmente, em sua maioria, estão salvos. Salvos pela vacina”, destacou Doria.

Continua após a publicidade

CE, ES, MT, PA e PI registraram significativa redução de óbitos entre idosos após imunização contra a Covid-19 com vacina do Butantan, esses estados formalizaram a aquisição de mais 2,5 milhões de doses da CoronaVac para dar continuidade aos planos de imunização. 

Na soma dos cinco estados, a média semanal de mortes por Covid-19 entre as pessoas com 70 anos chegou a 148 por dia em 28 de março e caiu para 15 em 20 de agosto. O resultado é superior à média nacional, que ficou igualmente alta, em 88%.

“A vacina produzida pelo Instituto Butantan foi fundamental na queda das mortes pela COVID-19 entre os idosos”, completou Doria. 

Veja Também