‘Relatório vai ser uma festa, mas bolsonaristas não vão comemorar’, diz Omar Aziz na CPI da Covid-19

A leitura do relatório está prevista para o dia 19 de outubro, e votação para o dia 20.

Postado em: 30-09-2021 às 15h01
Por: Alice Orth
A leitura do relatório está prevista para o dia 19 de outubro, e votação para o dia 20. | Foto: Reprodução

O presidente da Comissão Parlamentar de inquérito (CPI) da covid-19, Omar Aziz (PSD-AM), afirmou na sessão desta quinta-feira (30/09), que depoimento do dono da Havan, Luciano Hang, ontem “foi uma festa”, e que relatório final “também vai ser uma festa, mas que os bolsonaristas não vão comemorar”.

A leitura do relatório está prevista para o dia 19 de outubro, e votação para o dia 20, segundo cronograma anunciado hoje. Espera-se que parecer do relator, Renan Calheiros (MDB-AL), denuncie o presidente Jair Bolsonaro e integrantes do governo por má condução da pandemia.

Calheiros afirmou que o “importante é que, para além dos depoimentos, nós temos um acervo probante de elementos que contém provas, indícios, que permitem sustentar esse depoimento e sobretudo o relatório final”.

Continua após a publicidade

Nesta quinta, a comissão ouve o depoimento do empresário bolsonarista Otávio Oscar Fakhoury. Na próxima semana, a CPI recebe pessoa ainda não definida da empresa VTCLog, na terça-feira (5/10) ; um dos médico da Prevent Senior, na quarta (6); e, na quinta-feira (7), a Agência Nacional da Saúde (ANS), para falar sobre a fiscalização de hospitais na pandemia e as denúncias feitas pelo ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, contra a Prevent Senior.

Veja Também