Bolsonaro não quer mais tomar vacina e justifica motivo para seus seguidores. Confira

Postado em: 13-10-2021 às 17h10
Por: Carlos Nathan Sampaio
Declaração foi dada em entrevista na noite de terça-feira (12/10) à rádio "Jovem Pan" | Foto: reprodução/Palácio do Planalto

Novamente o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tocou no assunto de vacinas contra a Covid-19. Dessas vez o capitão reformado afirmou que não vai mais se imunizar. A declaração foi dada em entrevista na noite de terça-feira (12/10) à rádio “Jovem Pan”. Bolsonaro argumentou na entrevista e já havia falado diversas outras vezes que tem anticorpos contra a doença porque já teve Covid-19, o que tornaria a vacinação desnecessária.

“No tocante à vacina, eu decidi não tomar mais a vacina. Eu estou vendo novos estudos, eu estou com o meu, a minha imunização está lá em cima, IGG está 991. Para que eu vou tomar uma vacina? Seria a mesma coisa que você jogar na loteria R$ 10 para ganhar R$ 2. Não tem cabimento isso daí”, afirmou Bolsonaro à rádio.

Apesar disso, médicos e especialistas ainda recomendam que mesmo quem já teve Covid tome a vacina, sim. isso por que a imunização produzida é mais duradoura do que a resultante de infecção natural pela doença. Cientistas também dizem que a vacinação, mobilizada para a sociedade inteira é mais eficiente. “A pessoa que se vacina não está protegendo só a si mesma, mas também outros, na medida em que contribui para restringir a circulação do vírus. Tanto que, de acordo com a ciência, uma vacinação efetiva deve contar com mais de 80% de adesão da população”, afirma a médica infectologista Larissa de Sousa.

Compartilhe: