Após ser morto a tiros, corpo de cantor é desenterrado e incendiado, em Pernambuco

Antes de ser morto, o jovem publicou um pedido de ajuda nas redes sociais por conta de supostas ameaças que estava recebendo. O caso está sendo investigado pela 14ª Delegacia de Polícia da região.

Postado em: 27-10-2021 às 09h36
Por: Ícaro Gonçalves
Antes de ser morto, o jovem publicou um pedido de ajuda nas redes sociais por conta de supostas ameaças que estava recebendo. O caso está sendo investigado pela 14ª Delegacia de Polícia da região | Foto: Reprodução/ Redes sociais

Após ser morto a tiros na madrugada de domingo (24/10) em uma praia de Cabo de Santo Agostinho, município de Pernambuco, o corpo do cantor de brega-funk MC Pit Bull da Firma foi desenterrado e incendiado na noite da última segunda-feira (25/10), no Cemitério São José.

João Vitor da Silva Amorim, nome real do cantor, tinha 23 anos. Antes de ser morto, o jovem publicou um pedido de ajuda nas redes sociais por conta de supostas ameaças que estava recebendo. “Estão fazendo fake e inventando coisa minha sem eu ter nada a ver. Eu sei que isso é inveja”, diz a publicação.

O caso está sendo investigado pela 14ª Delegacia de Polícia da região. A prefeitura de Cabo de Santo Agostinho informou que será instalado um inquérito policial para averiguar o caso. O município ainda classificou o crime como “bárbaro” e “de violência gratuita”.

Continua após a publicidade

O cemitério foi isolado temporariamente e os sepultamentos, suspensos.

Veja Também