“É urgente que as Forças Armadas atuem”, diz Lula sobre enfrentamento de calamidades na Bahia

Ex-presidente afirma que conversou com o governador da Bahia, Rui Costa, para alertar sobre a importância do auxílio

Postado em: 27-12-2021 às 15h20
Por: Maria Paula Borges
Ex-presidente afirma que conversou com o governador da Bahia, Rui Costa, para alertar sobre a importância do auxílio | Foto: reprodução

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) alertou que é urgente o uso de Forças Armadas para socorrer vítimas das enchentes que atingem o sul da Bahia. A declaração aconteceu nesta segunda-feira (27/12) e o petista afirmou ter conversado com o governador do Estado, Rui Costa (PT), para que não haja “veto político” a uma ajuda do governo federal.

Segundo Lula, é importante garantir ajuda para as famílias desabrigadas e destacou a urgência do auxílio das Forças Armadas. “Conversei com o governador Rui Costa, e é importante e urgente que as Forças Armadas, com sua estrutura de enfrentamento de calamidades, atuem no apoio para as vítimas das enchentes. Sem nenhum tipo de veto político, mas sim para ajudar o povo da Bahia”, afirmou o petista em sua conta do Twitter.

Rui Costa e o governo federal vêm trabalhando em conjunto desde semana passada para atender às necessidades dos municípios alagados. O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou que houve por parte do governo a criação de uma força-tarefa, além da mobilização de aeronaves para auxiliar nos resgates e envio de suprimentos.

Continua após a publicidade

Além disso, militares da Delegacia da Capitania dos Portos, em Ilhéus, trabalharam na distribuição de cestas básicas a ribeirinhos das comunidades de Rio Pardo, Rio Salsa e Rio Cipó, em Canavieiras. De acordo com dados da Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), o estado tem 16.001 desabrigados pelas chuvas e 19.580 desalojados.

Por parte de Costa, ainda não houve solicitação de uma Garantia da Lei e da Ordem (GLO) para que militares pudessem assumir a linha de frente do enfrentamento da calamidade. As Forças Armadas do estado têm sido realizadas de maneira subsidiária aos esforços locais.

Em atendimento à solicitação da Prefeitura de Ilhéus, entre os dias 24 e 25 de dezembro, os militares da Marinha do Brasil, lotados na Delegacia da Capitania dos Portos, transportaram pacientes e funcionários e atuaram na distribuição de condimentos para pessoas que se encontram ilhadas nos hospitais de Ilhéus e Itabuna.

Veja Também