Anvisa suspende venda, distribuição, fabricação e propaganda de autotestes irregulares para Covid-19

Até o momento não existe nenhum produto aprovado pela Anvisa como autoteste da doença.

Postado em: 26-01-2022 às 10h41
Por: Igor Afonso
Até o momento não existe nenhum produto aprovado pela Anvisa como autoteste da doença | Foto: Divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou o recolhimento de dois autotestes para Covid-19. A medida suspende a venda, distribuição, importação, fabricação e propaganda dos exames “Teste Covid meuDNA PCR-LAMP Autocoleta de Saliva” e o “Autoteste Covid-19 Isa Lab”.

Segundo a agência, o “Teste Covid meuDNA PCR-LAMP” e o “Autoteste Covid-19 Isa Lab” não possuem registro junto à Anvisa e, o segundo deles, estava sendo vendido por uma empresa não regularizada. 

A Anvisa apontou que recebeu uma denúncia sobre os testes irregulares no dia 20 e encaminhou os casos para apuração e investigação. O objetivo da medida restritiva é reduzir os riscos à saúde da população.

Continua após a publicidade

Especialistas da Anvisa e o Ministério da Saúde se reuniram na última sexta-feira (21/1) para discutir a implementação dos autotestes no país. Na reunião foram debatidos detalhes necessários para o preenchimento de possíveis lacunas na construção da proposta de política pública.

Entretanto, até o momento não existe nenhum produto aprovado pela Anvisa como autoteste da doença. Neste momento, a Diretoria Colegiada da agência votou pela cobrança de informações adicionais, por parte do Ministério da Saúde, de política pública para uso dos exames no país. 

Diretores propuseram prazo de 15 dias para que a pasta envie os dados complementares. 

Veja Também