Anvisa já recebeu 10 pedidos de registro de autotestes para Covid-19; Quatro já estão em análise

A exigência é de que a sensibilidade e a especificidade dos produtos devem ser, respectivamente, maior ou igual a 80% e maior ou igual a 97%

Postado em: 02-02-2022 às 13h25
Por: Igor Afonso
A exigência é de que a sensibilidade e a especificidade dos produtos devem ser, respectivamente, maior ou igual a 80% e maior ou igual a 97% | Foto: Divulgação

Menos de uma semana após ter autorizado a venda dos autotestes de Covid-19 no Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já recebeu 10 pedidos de registro desse exame. Quatro destas solicitações já estão em análise.

Segundo a agência, o prazo de análise do pedido é de até 30 dias, mas esses pedidos serão tidos como prioridade neste primeiro momento. Somente a partir do registro é que esses autotestes poderão ser vendidos em farmácias e estabelecimentos de saúde.

Os quatro pedidos que já estão em análise, também já foram remetidos ao Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), que faz a análise técnica junto com a agência e, para serem aprovados, o desempenho dos autotestes precisa ser confirmado pelo instituto.

Continua após a publicidade

A exigência é de que a sensibilidade e a especificidade dos produtos devem ser, respectivamente, maior ou igual a 80% e maior ou igual a 97%.

Veja Também