Anvisa recebe pedido de uso emergencial de pílula da Pfizer para tratamento da Covid-19

De acordo com a agência, as primeiras 24h de análise serão usadas para “fazer uma triagem no processo e verificar se os documentos necessários estão disponíveis”

Postado em: 16-02-2022 às 13h25
Por: Igor Afonso
De acordo com a agência, as primeiras 24h de análise serão usadas para “fazer uma triagem no processo e verificar se os documentos necessários estão disponíveis” | Foto: Divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu nesta quarta-feira (16/2) o pedido de uso emergencial das pílulas antivirais Paxlovid, fabricadas pela farmacêutica Pfizer.

O Ministério da Saúde e a farmacêutica já iniciaram as negociações para avaliar a compra do medicamento para a rede pública de saúde, mas o acordo só pode ser firmado após a aprovação da Anvisa.

De acordo com a agência, as primeiras 24h de análise serão usadas para “fazer uma triagem no processo e verificar se os documentos necessários estão disponíveis”. Caso haja informações pendentes, a agência pode ainda solicitar ao laboratório.

Continua após a publicidade

O órgão tem até 30 dias para avaliar o uso emergencial e temporário do remédio. Segundo a Pfizer, a pílula antiviral tem 89% de eficácia na prevenção de hospitalizações e mortes de pacientes de alto risco contaminados pelo novo coronavírus.

Veja Também