Petrópolis: número de mortos sobe para 152, e 165 pessoas estão desaparecidas

Mais de 800 pessoas estão sendo atendidas pela Assistência Social nos 20 pontos de apoio para acolher os moradores das áreas de risco

Postado em: 20-02-2022 às 13h55
Por: Iara Godoi
Mais de 800 pessoas estão sendo atendidas pela Assistência Social nos 20 pontos de apoio para acolher os moradores das áreas de risco | Foto: Ricardo Moraes

As equipes de resgate que estão atuando em Petrópolis, retiraram, até a noite de ontem (19/2), 24 pessoas com vida dos deslizamentos e enchentes que afetaram a cidade na última terça-feira (15/2). De acordo com a Polícia Civil do Rio de Janeiro, o número de mortos subiu para 152, e 165 pessoas estão desaparecidas. 

Desde terça-feira, foram registrados mais de 800 chamados, sendo a maioria devido aos deslizamentos em diversos pontos da cidade. Mais de 800 pessoas estão sendo atendidas pela Assistência Social nos 20 pontos de apoio para acolher os moradores das áreas de risco.

A secretaria de Saúde do Rio de Janeiro (SES) enviou quatro motolâncias do grupamento de motociclistas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da capital para auxiliar no socorro em lugares de difícil acesso. Estão previstas a chegada de mais quatro motocicletas do Samu até o fim do final de semana.

Continua após a publicidade

A prefeitura de Petrópolis, com apoio de Niterói e da capital Rio de Janeiro, irá realizar esse domingo uma operação para a limpeza das ruas da cidade. A Companhia de Limpeza Urbana da Capital (Comlurb), encaminhou 17 caminhões-caçamba, sendo 15 grandes e dois menores, sete pás mecânicas e quatro caminhões pipa, além outros veículos equipados com itens para remoção de galhos e motosserras. Mais de 2 mil pessoas estarão trabalhando na limpeza.

Veja Também