Ataques hackers: A recomendação para se proteger é trocar senhas e evitar cadastro de cartões de crédito

Especialistas informam que os consumidores e clientes que possuem contas com dados atrelados a plataformas e aplicativos de compras devem reforçar medidas de segurança para minimizar danos e prevenir futuros roubos de dados.

Postado em: 28-02-2022 às 17h39
Por: Eduarda Albuquerque
Diversos ataques hackers estão atingindo as plataformas de grandes empresas no Brasil e no mundo | Foto: Reprodução

Atualmente, diversos ataques hackers estão atingindo as plataformas de grandes empresas no Brasil e no mundo. Como foi o caso dos ataques que derrubaram os sites das Americanas, do Submarino e do grupo Shoptime. Uma pesquisa, realizada pela Accenture, com 4.700 empresas em diferentes países, revelou que cada uma registrou cerca de 270 ataques cibernéticos no ano de 2021 – aumento de 31% em comparação a 2020.

Do total, 29 (11%) foram bem sucedidos. Isso significa que os sistemas de diversas companhia foram afetados e invadidos. Na maioria dos casos, os clientes também saem prejudicados porque possuem sua privacidade violada. Sendo assim, por isso a necessidade de se proteger contra esses ataques vem crescendo cada vez mais.

A Accenture conceitua ataque cibernético como “acesso não autorizado de dados, aplicativos, serviços, redes ou dispositivos”. Isso foi o que afetou profundamente a Americanas, que teve seu sistema de entregas prejudicado. A violação ao site do grupo Americanas não foi um caso isolado, pois os sites da Renner e do laboratório Fleury também sofreram recentemente com tais violações criminosas.

Continua após a publicidade

Com isso, especialistas informam que os consumidores e clientes que possuem contas com dados atrelados a plataformas e aplicativos de compras devem reforçar medidas de segurança com o objetivo de minimizar danos e prevenir futuros roubos de dados.

Fábio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky, sugere que as pessoas evitem senhas repetidas para evitar que os hackers acessem outras plataformas com seus dados:

— O ideal é que o usuário tenha uma senha em cada uma das plataformas em que tem conta. Mas as pessoas acham que assim vão ter que memorizar muitas delas. Então, sugerimos usar um gerenciador de senhas. O papel desse tipo de site é criar uma senha grande e randômica e, em alguns casos, memorizá-la. Se a pessoa usa a mesma senha em todos os lugares, o ideal, depois que uma plataforma reporta um ataque ou um vazamento, é trocar a senha e passar a usar uma exclusiva e não repetida.

Veja Também