Férias de Bolsonaro durante o réveillon custaram R$ 1,8 milhão aos cofres públicos

Os números são do Gabinete Pessoal do Presidente da República e foram obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação.

Postado em: 10-03-2022 às 10h15
Por: Ícaro Gonçalves
Os números são do Gabinete Pessoal do Presidente da República e foram obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação | Foto: Reprodução

As viagens que Jair Bolsonaro (PL) fez a praias do litoral de São Paulo e de Santa Catarina custaram cerca de R$ 1,8 milhão aos cofres públicos. O presidente tirou férias durante a virada de ano, e passeou por 13 dias, entre dezembro e janeiro, pelo litoral de São Paulo e de Santa Catarina. Os números são do Gabinete Pessoal do Presidente da República e foram obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação.

Segundo o portal Crusoé, entre 17 e 23 de dezembro de 2021, Bolsonaro esteve no Guarujá, no litoral paulista, onde se hospedou no Forte dos Andradas, uma instalação militar administrada pelo Exército. Sua estadia custou exatos R$ 915.571,72. Os gastos incluíram segurança, alimentação, diárias de funcionários da comitiva e deslocamentos, incluindo as despesas com combustível de aeronaves.

No Guarujá, Bolsonaro pescou, jantou em uma pizzaria, andou de jet-ski e, a bordo de uma lancha, dançou funk com apoiadores. Já entre 27 de dezembro de 2021 e 3 de janeiro deste ano, Bolsonaro esteve em São Francisco do Sul, no estado de Santa Catarina. Antes de ser levado às pressas para um hospital de São Paulo, em razão de uma obstrução intestinal, a “comitiva” de Bolsonaro gastou R$ 899.374,60.

Continua após a publicidade

Nessa viagem, Bolsonaro estava acompanhado da primeira-dama Michelle Bolsonaro e da filha do casal, Laura. Novamente, o presidente foi visto passeando de jet-ski, visitando o parque de diversões Beto Carrero World e promovendo uma loja da rede Havan, do empresário Luciano Hang, um de seus principais apoiadores.

Veja Também