Jovem é preso após tentar entrar em boate com bolo recheado de drogas; entenda o caso

Caso aconteceu no dia 26 de fevereiro e, até então, não se tem informação a respeito da prisão ou direito de resposta do acusado

Postado em: 18-03-2022 às 17h15
Por: Maria Paula Borges
Caso aconteceu no dia 26 de fevereiro e, até então, não se tem informação a respeito da prisão ou direito de resposta do acusado | Foto: reprodução

Um jovem foi preso pela polícia após tentar entrar em uma boate com um bolo em que tinha drogas dentro. Willand Miguel Queiroz foi detido na madrugada do dia 26 de fevereiro, em Praia do Canto, no Espírito Santo. Segundo informações, o rapaz levantou suspeitas do segurança logo na entrada do local.

Ao chegar na casa de shows, os seguranças questionaram a respeito do bolo e Willand resistiu às tentativas de revistá-lo, chegando inclusive a correr do funcionário. Mesmo tentando fugir, o homem foi pego em seguida pelo funcionário, que acionou a polícia em seguida.

Em depoimento, o segurança relatou que, após a ligação, o jovem tentou suborná-lo com dinheiro, dizendo que era estudante de direito e que o pai era advogado, portanto nada de mais iria acontecer com ele.

Continua após a publicidade

Willand foi levado à Delegacia Regional de Vitória e os agentes confirmaram as suspeitas do segurança ao partirem o bolo. Dentro da comida, foram encontrados 100 frascos cheios de lança-perfume, popularmente conhecido como “loló”.

Os policiais descobriram ainda mais conteúdo da droga numa embalagem de adoçante que estava com o jovem. Segundo Willand, a substância é vendida pela internet, mas não chegou a dizer como conseguiu a droga e nem o que pretendia fazer com ela.

A Polícia Civil foi procurada por repórteres para mais informações sobre a resolução do caso, mas ninguém se pronunciou sobre a prisão ou resposta do rapaz.

Veja Também