Criticado durante desfiles de Carnaval, Bolsonaro ironiza apresentação da Rosas de Ouro

Postado em: 25-04-2022 às 16h13
Por: Augusto Sobrinho
Também houve episódios de críticas ao presidente no Carnaval de rua | Foto: Reprodução

Após ser transformado em jacaré pela Rosas de Ouro durante o desfile no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), foi às redes sociais criticar a apresentação da Escola de Samba. Além disso, ele aproveitou para ironizar dizendo que as vacinas foram compradas pelo Governo Federal.

Bolsonaro também destacou que defende, desde o início, a liberdade de escolha de cada um. “Todas as doses aplicadas no Brasil foram compradas pelo Governo Federal e repassadas aos Estados/Municípios assim que liberadas pela Anvisa. 600 milhões de doses foram adquiridas e mais de 487 milhões distribuídas”, publicou.

O enredo da Rosas de Ouro, que se apresentou no segundo dia do Grupo Especial das escolas de samba de São Paulo e, além dela, a Gaviões da Fiel, trouxe ao desfile o combate ao racismo e ao fascismo. Também houveram episódios de críticas ao presidente no Carnaval de rua, que gritava “Fora Bolsonaro”.

“Foi uma brincadeira. Por muito tempo, o Bolsonaro não quis que a gente se vacinasse, e a gente deu um troco na avenida. Faltam deboche e brincadeira no Carnaval hoje em dia, e a gente deu isso no final. O mundo está ficando certinho demais”, afirmou o carnavalesco da escola, Paulo Menezes, em entrevista ao G1.

Compartilhe: