Disparo acidental: mãe carregava arma engatilhada dentro da bolsa, que dispara e mata filha

A arma pertencia a mãe de Nayani, de 56 anos, e disparou após cair.

Postado em: 06-05-2022 às 12h01
Por: Ícaro Gonçalves
A arma pertencia a mãe de Nayani, de 56 anos, e disparou após cair | Foto: Reprodução

A jovem capixaba Nayani Gonandy, de 32 anos, morreu na última na terça-feira (3/6) após ser baleada por um disparo de arma de fogo ocorrido dentro de sua casa, em Vila Velha (ES). A arma pertencia a mãe dela, de 56 anos, e estava em uma bolsa. Durante uma faxina em um dos cômodos da casa, a mãe derrubou a bolsa com a arma engatilhada, que disparou e atingiu Nayani. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

Com a confirmação do óbito, a mãe, chamada Lucimar Gonçalves Gonandy, foi levada para prestar depoimento no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Lucimar foi autuada em flagrante por homicídio culposo e por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido.

Ontem, a Justiça do Espírito Santo concedeu liberdade provisória a ela. Segundo a Polícia Civil, a arma era uma garrucha calibre .32, que pertencia à família e foi herdada por um parente que já havia morrido. A arma foi apreendida e encaminhada para o setor do Departamento de Criminalística – Balística.

Continua após a publicidade

O sepultamento de Nayani ocorreu na manhã de hoje (6), segundo informaram amigos e familiares. Ela tinha três filhos, era designer de sobrancelhas e foi descrita como “uma grande amiga” e “ótima profissional” em depoimentos nas redes sociais.

A defesa de Lucimar Gonandy não foi encontrada. O espaço para posicionamento permanece em aberto.

Veja Também