Hospital em Copacabana (RJ) é incendiado e pacientes são retirados às pressas; assista

Postado em: 08-06-2022 às 13h24
Por: Victória Vieira
Ao menos 32 pacientes foram encaminhados para uma escola vizinha e cerca de dez pessoas estão sendo acomodadas em prédios ao redor da região | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Na manhã desta quarta-feira (8/6), o Hospital São Luiz, localizado no bairro de Copacabana, Rio de Janeiro, foi alvo de um incêndio. De acordo com o Corpo de Bombeiros do RJ, o fogo iniciou em um gerador da instituição de saúde. Os pacientes que estavam no momento, foram retirados às pressas para as ruas do bairro. Até o momento, a direção do hospital relatou que não houve feridos, entretanto, eles estão apurando vítimas de intoxicação por fumaça.

O corpo de bombeiros foi acionado por voltas das 9h às 10h. Durante esse período, as chamas foram controladas. Ao menos 32 pacientes foram encaminhados para uma escola vizinha e cerca de dez pessoas estão sendo acomodadas em prédios ao redor da região.

O incêndio começou por causa de um transformador no prédio que é anexo do hospital. “A fumaça invadiu parte do hospital, mas já está se dissipando. Alguns pacientes foram realocados.”, explicou o secretário de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Leandro Monteiro. “Alguns pacientes foram realocados. Não há risco de propagação”, acrescentou.

Testemunhas do acidente relatam que o momento foi assustador. No vídeo divulgado é possível ver as pessoas correndo com escadas em direção ao prédio, enquanto a fumaça saía da lateral do hospital.  “Eu não vi nada só corri. Fui muito susto. Muitos pacientes desesperados, chorando”, comentou uma enfermeira.

Os pacientes saíram nas macas e cadeiras de roda sendo retirados às pressas pelos funcionários do hospital. O trânsito ficou interditado na Rua Constante Ramos. Os profissionais de saúde auxiliaram aqueles que inalaram fumaça. A rua que dá acesso ao hospital, Pompeu Loureiro, foi marcada por dezenas de ambulâncias vindas de hospitais particulares da zona sul do Rio, eles estavam aguardando a transferência desses pacientes. Confira:

Compartilhe: