Brasileiros gastam R$ 40,64 para almoçar fora de casa, aponta pesquisa

Em comparação ao ano de 2019, quando foi feito o último levantamento, almoçar fora de casa ficou 17,4% mais caro para os brasileiros

Postado em: 06-07-2022 às 11h34
Por: Alexandre Paes
Em comparação ao ano de 2019, quando foi feito o último levantamento, almoçar fora de casa ficou 17,4% mais caro para os brasileiros | Foto: Reprodução

Os brasileiros tem gastado em média R$ 40,64 para almoçar fora de casa, de acordo com dados de uma pesquisa da Associação Brasileira das Empresas de Benefícios ao Trabalhador (ABBT). Em comparação ao ano de 2019, quando foi feito o último levantamento, almoçar fora de casa ficou 17,4% mais caro para os brasileiros.

Considerando uma refeição comercial completa, o gasto é de cerca de R$ 31. Já na opção à la carte, o valor mais que dobra, atingindo R$ 64,83. Nesse sentido, a pesquisa aponta que o maior valor médio foi registrado no Sudeste, em que um almoço fora de casa custa R$ 42,83. Já o menor valor é o do Centro-Oeste, de R$ 34,20.

A pesquisa foi realizada em 51 cidades e no Distrito Federal entre fevereiro e abril de 2022 em locais que aceitam vale-refeição como forma de pagamento. O cálculo leva em conta um “prato ideal” composto pelo prato em si, uma bebida (refrigerante, água ou suco), uma sobremesa e um café.

Continua após a publicidade

O gasto é uma média nacional, mas a alta não é homogênea em todos os municípios. A variação leva em conta fatores que impactam no valor final da refeição, como preço do gás e da energia elétrica, sazonalidade dos produtos e valores do frete para transporte.

Segundo a diretora-executiva da ABBT, Jessica Srour, “apesar do aumento, os restaurantes estão se adaptando à nova realidade de mercado trazida pela pandemia de Covid-19 e evitando repassar o aumento dos custos aos trabalhadores”.

Ela afirma ainda que, sem o benefício do vale-refeição, um trabalhador gastaria cerca de um terço do salário para almoçar fora de casa, levando em conta uma remuneração média de R$ 2.548. Considerando a média nacional, o gasto no mês para almoçar seria de R$ 894,08.

A expectativa é que, apesar da alta, os preços se acomodem em patamares pré-pandemia conforme as atividades presenciais são retomadas.

Veja Também