Mulher diz ser filha de juíza e manda PMs arrumarem vaga para estacionar; assista

Com a negativa, mulher chegou a desafiar que os policiais a prendessem

Postado em: 16-08-2022 às 10h22
Por: Redação
Com a negativa, mulher chegou a desafiar que os policiais a prendessem (Foto: Reprodução)

Uma mulher que disse ser filha de uma juíza a policiais militares de Minas Gerais, no último fim de semana, tentou obrigar os agentes a “arrumarem uma vaga” para ela estacionar o carro. Médica, Paula Gonçalves Carneiro, 34 anos, apresentava sinais de embriaguez.

A confusão aconteceu em Ubá e os PMs, claro, negaram esse tipo de auxílio. Irritada, a mulher chegou a desafiar que os policiais a prendessem.

“Sou filha da juíza da Vara de Infância e Juventude. Só queria um lugar para parar, sem confusão”, disse em trecho do vídeo que foi gravado por um dos policiais. Um agente, então, respondeu não era flanelinha. “Porra, sério? Tá de sacanagem”, continuou a mulher.

Continua após a publicidade

Mais nervosa, ela disparou: “Tá com problema, velho? Me prende, porra, me prende. Me prende, filha da puta, tu é macho ou não é?” Depois disso, ela ainda disse que tiraria uma foto dos policiais e mandaria para mãe. O vídeo foi divulgado nas redes sociais. Confira:

Veja Também