Sexta-feira, 26 de maio de 2023

Após polêmica, universidade gaúcha cancela palestra sobre “importância da escravidão”

O evento foi divulgado pela universidade em uma publicação nas redes social e estava marcado para ocorrer na próxima terça-feira (30), às 19 horas

Postado em: 26-05-2023 às 11h28
Por: Ícaro Gonçalves
O evento foi divulgado pela universidade em uma publicação nas redes social e estava marcado para ocorrer na próxima terça-feira (30), às 19 horas | Foto: Divulgação/UERGS

Uma palestra intitulada “A importância da escravidão na economia mundial”, que seria promovida pela Graduação em Administração da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), causou revolta em a meio comunidade acadêmica da instituição de ensino.

O evento foi divulgado pela universidade em uma publicação nas redes social e estava marcado para ocorrer na próxima terça-feira (30), às 19 horas. O título, porém, deu um teor positivo ao momento histórico de violência racial vivenciado no Brasil por quase quatro séculos.

Em uma publicação no Twitter, a deputada federal Laura Sito (PT-RS) denunciou o teor da palestra, o qual chamou de “absurdo”. “Essa atividade é uma vergonha para a comunidade acadêmica da nossa Uergs, uma universidade tão importante no nosso estado. Esse absurdo não pode acontecer”, afirmou a parlamentar.

Continua após a publicidade

Imagem: Reprodução/Redes sociais

Após a repercussão, a publicação foi deletada das redes da Uergs. O mediador do debate seria o Prof. Dr. Oberdan Teles da Silva. Procurado por um aluno, o docente disse que o intuito da palestra “é demonstrar os horrores e abusos da escravidão no mundo e o quanto essa ação nefasta fora utilizada na sociedade”.

“O título realmente ficou inadequado e não demonstra o teor que será abordado. Assim estruturou-se um novo título: “A triste história da escravidão no mundo”, esclareceu.

Posicionamento

Na quinta-feira (25/5), a reitoria da universidade divulgou uma nota de esclarecimento na qual diz que o título da palestra foi equivocado. Ressaltou, ainda, que não compactua com nenhuma atitude de cunho racista, preconceituoso e que pede desculpas pelo fato.

Leia a nota na íntegra

Em razão da divulgação de uma palestra cujo tema faz menção à escravidão como sendo algo positivo, a Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) vem a público esclarecer que qualquer analogia à escravidão ou tema que fira os Direitos Humanos são contrários aos valores da Universidade. 

Logo que a divulgação foi publicada, a Unidade Universitária proponente foi notificada e retirou os materiais do ar, informando que o título foi equivocado e que a intenção da palestra é “demonstrar os horrores e abusos da escravidão no mundo e o quanto essa ação nefasta fora utilizada na sociedade. O título realmente ficou inadequado e não demonstra o teor que será abordado. Assim estruturou-se um novo título: ‘A triste história da escravidão no mundo’”.

A Uergs não compactua com nenhuma atitude de cunho racista, preconceituoso e pede desculpas a todas as pessoas que tenham sido atingidas direta ou indiretamente. Não podemos esquecer a história, muito menos enaltecer algo tão prejudicial e que impacta toda a humanidade de forma tão negativa. Não podemos compactuar e não podemos tolerar.  

Fernando Guaragna Martins

Reitor da Uergs

Leia também:

Veja Também