Serviço de Saúde de Dallas nos EUA diz ter registrado transmissão sexual de zika

Postado em: 03-02-2016 às 08h02
Por: Redação
Comunicado foi divulgado nesta terça-feira. Caso é o primeiro em uma pessoa que não esteve fora do país

O Serviço de Saúde de Dallas, no Estado do Texas, nos Estados Unidos divulgou nesta terça-feira (2) o primeiro caso de transmissão sexual de zika vírus. No entanto, os Centros de Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC) esclareceram que a agência não investigou como o caso foi transmitido.

Segundo o comunicado, o Dallas County Health and Human Service (DCHHS, o serviço de saúde de Dallas), um paciente teria sido infectado após ter tido contato sexual com uma pessoa doente que havia retornado da Venezuela, onde existe a circulação do vírus. A identidade dos pacientes não foi divulgada. 

Em nota, o CDC afirmou que constatou por meio de testes laboratoriais que trata-se de um caso de zika e que esta é a primeira infecção pelo vírus nos EUA em uma pessoa que não esteve fora do país.

Zachary Thompson, diretor do DCHHS toma o caso como prova de que o vírus pode ser transmitido pelo sexo. No entanto, ainda não há evidências científicas suficientes para afirmar que a transmissão sexual do zika vírus é possível.

Compartilhe: