Antártica atinge temperatura recorde de 18,3ºC, diz ONU

Com valores mais baixos do planeta, continente pode atingir -93,2°C.

Postado em: 06-07-2021 às 16h36
Por: Alice Orth
Com valores mais baixos do planeta, continente pode atingir -93,2°C. | Foto: Reprodução

Um frio agradável: 18,3ºC, comum na maior parte do mundo. Exceto onde a média costuma ser de -10°C no verão, e atinge a temperatura mais baixa do planeta, com -93,2°C. A Antártica registou um aumento histórico em 2020, confirmado na última quinta-feira (1º/07), que gerou preocupação entre os cientistas.

A alta havia sido analisada pelo serviço nacional de meteorologia da Argentina, que possui a base Esperanza no norte do continente, no dia 6 de fevereiro de 2020, e investigações da Organização Meteorológica Mundial (WMO, na sigla em inglês), da Organização das Nações Unidas (ONU), comprovaram ter sido a maior temperatura já vista no local.

“A verificação desse recorde de temperatura máxima é importante porque nos ajuda a construir uma imagem do tempo e clima em uma das fronteiras finais da Terra”, explicou o secretário-geral da WMO, Petteri Taalas, ao Washington Post. A máxima anterior tinha sido em 2015, com 17,5ºC.

Continua após a publicidade

Segundo ele, a península que se estende em direção à América do Sul é uma das regiões com o aquecimento mais rápido do planeta. “Ainda mais do que no Ártico, a Antártica recebe pouca atenção na continuidade de observações climáticas e previsões, apesar de ambos terem um papel importante na razão para o aquecimento global e no aumento do nível dos oceanos”, disse Taalas.

Veja Também