Após incêndios na Turquia, chuvas fortes atingem norte do país e deixa feridos

Chuvas provocaram inundações e deslizamentos de terra deixando feridos, danos materiais e uma pessoa desaparecida

Postado em: 11-08-2021 às 17h04
Por: Maria Paula Borges
Chuvas provocaram inundações e deslizamentos de terra deixando feridos, danos materiais e uma pessoa desaparecida | Foto: reprodução

As inundações foram registradas nas províncias costeiras do mar Negro de Bartin, Kastamonu e Sinop, na madrugada desta quarta-feira (11/08). Nesta última, 45 pessoas em um hospital tiveram que ser retirados para uma outra unidade hospitalar devido à subida do nível das águas, de acordo com o ministro da saúde turco, Fahrettin Koca. Até o momento, não há informações sobre vítimas mortais em Kastamonu.

O país já está passando por grandes incêndios a semanas, deixando dezenas de pessoas hospitalizadas e vários turistas e moradores foram evacuados das áreas afetadas. Os incêndios deflagraram no fim de julho, sendo agravados pelo intenso calor na região sul do país, zona fortemente ligada ao turismo.

A província de Kastamonu será a zona mais atingida pelas cheias, segundo agências internacionais. Na cidade de Bozkurt principalmente, onde o nível das águas subiu significativamente e dezenas de carros foram arrastados por enxurradas. “Em 10 minutos, tudo estava inundado”, relatou o proprietário de um restaurante local, em declarações via telefone a uma estação de televisão turca.

Continua após a publicidade

Na cidade de Kastamonu, apesar de não ter registros de possíveis mortos, várias pessoas procuraram refúgio nos telhados das casas e edifícios. Helicópteros das forças de seguranças turcas foram enviados para a região para reforçar as operações de busca e resgate. “A água atingiu três ou quatro metros de altura em alguns locais e as pessoas refugiaram-se nos telhados dos edifícios”, acrescentou Fahrettin Koca.

A rápida subida das águas destruiu várias casas e pelo menos duas pontes, na província de Bartin. Além disso, segundo a agência de notícias privada turca DHA, causou colapso parcial de uma estrada que faz a ligação com Karabuk, província vizinha.

De acordo com a agência turca de gestão de catástrofes e de emergências, pelo menos 13 pessoas ficaram feridas quando a ponte cedeu. Já a agência noticiosa estatal turca, Anadolu, divulgou que as equipes de emergência resgataram ao menos 15 pessoas retidas em casas ou veículos.

Em Bartin, uma mulher idosa está desaparecida. Segundo o Ministério do Interior Turco teme que a mulher provavelmente foi arrastada por uma enxurrada e não ter resistido à força das águas e ter desabado.

As inundações foram provocadas por chuvas fortes iniciadas na noite de terça-feira (10/08) e continuaram durante a madrugada. A Turquia tem sido alvo de diversos desastres naturais nos últimos meses, relacionados direta e indiretamente com o aquecimento global.

Veja Também