Facebook lança óculos inteligentes que permitem tirar fotos e vídeos, ouvir música e fazer chamadas de voz

Postado em: 14-09-2021 às 10h03
Por: Giovana Andrade
Criado em parceria com a Ray-Ban, o acessório possibilita ainda importar, editar e compartilhar o conteúdo capturado para o Facebook, Instagram, WhatsApp, Messenger, Twitter, TikTok e Snapchat. | Foto: Reprodução

O Facebook apresentou, na última quarta-feira (08/09), seu modelo de óculos inteligentes: o Ray-Ban Stories. Criados com a Ray-Ban, conhecida marca de óculos, o acessório pode ser utilizado para tirar fotos e gravar vídeos curtos, ouvir música e até mesmo fazer chamadas telefônicas. O acessório custa a partir de US$ 299 e já pode ser encontrado em lojas online ou de varejo dos Estados Unidos, Austrália, Canadá, Irlanda, Itália e Reino Unido.

O Ray-Ban Stories é emparelhado no aplicativo Facebook View, do iOS e Android. São 20 estilos dos óculos com alguns dos modelos mais clássicos da Ray-Ban, como o Wayfarer/Wayfarer Large, Round e Meteor; são oferecidas cinco opções de cores e uma gama de lentes, incluindo transparente, de sol, Transition e de prescrição.

Os óculos têm alto-falantes são integrados e a matriz de áudio, de três microfones, oferecendo uma transmissão de voz e som para chamadas e vídeos. De acordo com o Facebook, a tecnologia Beamforming e um algoritmo de supressão de ruído de fundo garantem qualidade da experiência de chamada semelhante à de fones de ouvido.

O acessório conta também com câmeras duplas de 5MP integradas, que permitem fazer fotos e gravar vídeos de até 30 segundos com o botão de captura ou sem usar as mãos, por meio dos comandos de voz da Assistente do Facebook. Quando a câmera é ativada, uma luz de LED frontal se acende para permitir que as pessoas próximas saibam que o dispositivo está tirando uma foto ou gravando um vídeo.

Esse detalhe é uma das principais diferenças entre o Ray-Ban Stories e o Google Glass, projeto de óculos inteligentes que fracassou, entre outros motivos, em decorrência da polêmica gerada em torno da possibilidade de invasão de privacidade pelos usuários do dispositivo. Nos Estados Unidos, o uso do gadget chegou a ser proibido em alguns locais públicos, como restaurantes, cinema e cassinos.

Os óculos inteligentes do Facebook, por sua vez, parecem promissores. Com eles, é possível importar, editar e compartilhar o conteúdo capturado nos óculos inteligentes para o Facebook, Instagram, WhatsApp, Messenger, Twitter, TikTok e Snapchat.

Os óculos inteligentes Ray-Ban Stories coletam dados necessários para o funcionamento, como o status da bateria, endereço de e-mail, senha de login no Facebook, conexão Wi-Fi, e vêm com um estojo de carregamento portátil.

Compartilhe: