Agnes Tirop, medalhista em mundiais de atletismo é morta a facadas no Quênia

Postado em: 13-10-2021 às 11h58
Por: Victoria Lacerda
Seu marido é o principal suspeito e está desaparecido. | Foto: Reprodução/Internet

A corredora queniana Agnes Jebet Tirop, de 25 anos, atual recordista mundial dos 10 mil metros, foi encontrada morta com uma facada no abdômen nesta quarta-feira (13/10) em sua casa na cidade de Iten, no Quênia. Seu marido é o principal suspeito e está desaparecido.

A Federação de Atletismo do Quênia confirmou a morte de Tirop em nota e afirmou que está apurando as circunstâncias do caso.

“Tirop foi encontrada morta em sua casa em Iten depois de ter sido supostamente esfaqueada por seu marido. Ainda estamos trabalhando para descobrir mais detalhes sobre sua morte”, disse o Atletismo Quênia, órgão responsável pela modalidade no país, em um comunicado.

Além de ser recordista mundial, Tirop foi a medalhista de bronze mundial dos 5.000 m de 2019. Em Tóquio 2020, a atleta terminou em quarto lugar.

O presidente do Quênia também se pronunciou em comunicado: “É ainda mais doloroso que Agnes, uma heroína queniana em todos os sentidos, perdeu dolorosamente sua jovem vida por meio de um ato criminoso perpetuado por pessoas egoístas e covardes”. 

Compartilhe: