Congressistas americanos temem “golpe militar” e alertam Biden sobre Brasil na Otan

Postado em: 15-10-2021 às 11h44
Por: Nielton Soares
EUA ofertam uma vaga como novo parceiro na Otan, treinamentos e facilitação de aquisição de tecnologia militar e armamento | Foto: reprodução

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, recebeu nessa quinta-feira (14/10) uma carta assinada por 63 parlamentares, que pedem que a revogação da condição de novo aliado na Organização do Tratado Atlântico Norte (Otan).

Caso seja aprovada a condição de aliado extra-Otan, concedida pelo governo de Donald Trump, facilita para o Brasil a aquisição de tecnologia militar e armamentos dos EUA. Outro benefício é a participação das Forças Amaradas Brasileiras em treinamentos conjuntos com as forças norte-americanas, promovidas pelo Pentágono.

Os congressistas americanos temem que isso possibilite que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) usem essas e outras vantagens para instituir um novo “golpe militar” no país. “Precisamos rever isso para assegurar que não estamos fortalecendo um Exército que pode ser usado para um golpe de Estado”, afirmou à BBC News Brasil o autor do ofício, Hank Johnson (Democrata).

Compartilhe: