Ômicron: entenda o significado do nome da variante que está preocupando o mundo

Nova cepa do coronavírus já foi identificada em pelo menos 18 países e é considerada um perigo em potencial pela OMS

Postado em: 30-11-2021 às 10h55
Por: Giovana Andrade
Nova cepa do coronavírus já foi identificada em pelo menos 18 países e é considerada um perigo em potencial pela OMS. | Imagem: Reprodução

Inicialmente chamada de B.1.1.529 pela Organização Mundial da Saúde, a variante ômicron do novo coronavírus foi relatada pela primeira vez na África do Sul na última quarta-feira (24/11) e, desde então, foi detectada em pelo menos mais 17 países, sendo 11 desses na Europa, que já enfrentava uma 4ª onda da doença mesmo antes do surgimento da variante.

Assim como outras variantes consideradas como um perigo em potencial, a OMS deu à B.1.1.529 o nome de uma letra do alfabeto grego. Neste caso, ômicron remete à décima quinta letra do sistema desenvolvido por volta do século 9 a.C. Sua grafia é semelhante à letra “o”, ou ao zero, mas seu valor numérico é 70. A palavra ômicron é traduzida do grego como ‘o micron’, que significa “pequeno”.

A ômicron, classificada como “variante de preocupação” pela OMS, é potencialmente mais contagiosa que as variantes anteriores da doença, embora especialistas ainda não saibam se ela causará uma doença mais ou menos grave em comparação com outras cepas de coronavírus.

Continua após a publicidade

Além disso, de acordo com a OMS, o número de mutações da ômicron pode fazer com que as vacinas não possuam a mesma proteção em relação a outras variantes. O diretor-geral da organização, Tedros Adhanom, afirmou que a B.1.1.529 pode apresentar um risco global “muito alto”. 

A fim de conter a disseminação da nova cepa, a União Europeia, os Estados Unidos e outros países suspenderam voos oriundos de alguns países africanos, onde os primeiros casos foram identificados. 

Veja Também