Saiba qual foi o emprego do presidente da Rússia, Vladimir Putin, após o fim da União Soviética

Postado em: 13-12-2021 às 17h41
Por: Maria Paula Borges
Colapso desencadeou problemas econômicos no país forçando várias pessoas a buscarem novas maneiras de ganhar dinheiro | Foto: reprodução

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, revelou que teve que trabalhar como motorista de táxi para complementar sua renda após o fim da União Soviética (URSS), em 1991. O colapso desencadeou problemas econômicos e forçaram muitos russos a buscar novas maneiras de ganhar dinheiro. Putin descreveu a situação como “colapso da Rússia histórica”.

As declarações de Putin podem alimentar especulações sobre suas intenções em relação à Ucrânia, ex-república soviética. Na ocasião, a Rússia reuniu mais de 90 mil soldados na fronteira com a Ucrânia e há temores que a tropa esteja planejando invadir o país. Entretanto, o governo russo nega, acusando a Ucrânia de provocação e buscando garantias contra a expansão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) para o leste.

A fala de Putin faz parte de um documentário chamado ‘Russia, Latest History’ (em português, Rússia, a História Mais Recente), que foi ao ar no último domingo (12/12). “Foi uma desintegração da Rússia histórica sob o nome de União Soviética”, disse.

O presidente russo vê o colapso como uma tragédia, mas suas observações sobre suas dificuldades pessoais na época são recentes. “Às vezes, precisava ganhar um dinheiro extra. Quer dizer, ganhar um dinheiro extra de carro, como motorista particular. É desagradável falar sobre isso, mas infelizmente foi o caso”.

À época, táxis eram uma raridade na Rússia e as pessoas davam caronas a estranhos para ajudar a pagar as contas. Alguns usavam inclusive veículos de trabalho como ambulância.

Compartilhe: