OMS aprova primeiro imunizante contra Covid-19 criado na América Latina e libera para uso emergencial

Postado em: 24-12-2021 às 12h04
Por: Maria Paula Borges
Vacina já pode ser distribuído pelo Covax Facility | Foto: reprodução

A Organização Mundial de Saúde (OMS) decidiu aprovar a primeira vacina contra Covid-19 criada na América Latinha. A aprovação aconteceu na noite da última quinta-feira (23/12) e a fórmula é uma versão do imunizante AstraZeneca, fabricada em conjunto pela Argentina e México. A vacina está liberada para uso emergencial.

Segundo Carissa Etienne, diretora da Organização Pan Americana de Saúde (Opas), a aprovação é um marco importante para o continente. “Trata-se de um marco importante para a América Latina e destaca a importância da transferência de tecnologia para aumentar a disponibilidade de vacinas contra a Covid-19 de qualidade na região”, afirma.

Além disso, Carissa destaca que a região pode contribuir muito melhor a distribuição das vacinas pelo mundo. O imunizante já é usado em alguns países da América Latina e Caribe, podendo agora ser distribuído pelo mecanismo Covax Facility, que consiste em uma iniciativa da OMS para entregar vacinas para nações de baixa renda.

Compartilhe: