Entenda o que é Swift e como pode ser usada para evitar que Vladimir Putin ordene uma invasão à Ucrânia

A exclusão da Rússia do Swift resultaria em uma redução de 5% na economia russa, estimou o ex-ministro das Finanças Alexei Kudrin.

Postado em: 27-01-2022 às 17h28
Por: Almeida Mariano
A exclusão da Rússia do Swift resultaria em uma redução de 5% na economia russa, estimou o ex-ministro das Finanças Alexei Kudrin. | Foto: Reprodução

Diante da tensão entre Rússia e Ucrânia, governos ocidentais estão discutindo medidas e sanções para evitar que Vladimir Putin ordene uma invasão ao país ucraniano. Nas últimas semanas, parlamentares dos Estados Unidos sugeriram que a Rússia fosse removida da Swift, uma rede de alta segurança que conecta milhares de instituições financeiras em todo o mundo.

A Swift é a sigla em inglês para a Sociedade de Telecomunicações Financeiras Interbancárias Mundiais, que foi fundada em 1973 para substituir o telex. Atualmente, é usada por mais de 11 mil instituições financeiras para enviar mensagens seguras e ordens de pagamento. Se trata de um conector essencial para as instituições financeiras de diferentes regiões do mundo, e não possui substituto em termos globais.

Em resposta aos parlamentares norte-americanos, legisladores russos disseram que os embarques de petróleo, gás e metais para a Europa seriam interrompidos se isso acontecesse.

Continua após a publicidade

“Se a Rússia for desconectada da Swift, não receberemos moeda [estrangeira]”, disse Nikolai Zhuravlev, vice-presidente da câmara alta do parlamento da Rússia na última terça-feira (27). “Compradores, principalmente países europeus, não receberão nossos produtos – petróleo, gás, metais e outros componentes importantes”, concluiu.

A exclusão da Rússia do Swift resultaria em uma redução de 5% na economia russa, estimou o ex-ministro das Finanças Alexei Kudrin.

Veja Também